Em 21 de setembro, foi celebrado o Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência, uma data que busca promover a reflexão sobre a importância da inclusão e da equidade de oportunidades para as PCDs (Pessoas com Deficiência). Em Campo Grande, um dos maiores desafios enfrentados por pessoas com deficiência é o desrespeito da população em geral em relação às vagas de estacionamento exclusivas destinadas a elas.

Com o intuito de ampliar a visibilidade dessa questão, a SDHU (Subsecretaria de Defesa dos Direitos Humanos), por meio da Caped (Coordenadoria de Apoio à Pessoa com Deficiência), em parceria com o Festival Inclusivo, está organizando uma blitz educativa no centro de Campo Grande, chamada “Essa Vaga Não é Sua Nem por um Segundo”.

Conforme a SDHU, o objetivo principal dessa ação é orientar os condutores sobre o respeito às vagas destinadas a PCDs e esclarecer a eles seus direitos.

É importante ressaltar que as vagas especiais são um direito assegurado por Lei Federal, com seu uso regulamentado por Resolução do (Conselho Nacional de Trânsito).

Conforme a regulamentação, é determinado que 2% do total de vagas nos estacionamentos regulamentados sejam reservadas para portadores de deficiência. Além disso, para as pessoas idosas, a lei local estabelece a reserva de 5% das vagas nos estacionamentos públicos e privados, com a disposição dessas vagas de maneira a garantir o melhor deslocamento, conforme previsto no Estatuto do Idoso.

Serviço:

A blitz é realizada nesta sexta-feira (22), às 14h, na Rua 13 de Maio com a Av. Afonso Pena.