No coração do centro de Campo Grande, a Praça Ary Coelho, a mais tradicional da cidade, ainda tem decoração natalina instalada e exposta a sol e chuva. Mesmo dois meses e meio após o Dia de Reis, celebrado em 6 de janeiro, quando tradicionalmente são retirados ornamentos das festas de fim de ano, as luzes continuam penduradas nos postes de iluminação e no portão. 

A Praça Ary Coelho acolheu a abertura da programação de Natal em Campo Grande, que teve como tema “É Natal em toda Campo Grande”, em 12 de dezembro. O calendário de festividades durou mais de um mês e contou com decorações interativas na praça. 

Três meses depois, as luzes natalinas que encantaram a população continuam instaladas na Praça Ary Coelho, expostas ao sol e à chuva. 

Os pisca-piscas em formato de luas, estrelas e que contornam o arabesco do portão de entrada permanecem no local, mesmo após a retirada da decoração natalina de outros pontos da cidade e finalização da programação de Natal em 15 de janeiro. 

O Midiamax entrou em contato com a Prefeitura para pedir informações sobre a retirada da decoração natalina na Praça Ary Coelho e aguarda resposta. O espaço continua aberto para manifestação.

Pisca-Pisca no arabesco do portão de entrada da Praça Ary Coelho. (Foto: Nathalia Alcântara/Jornal Midiamax)

Quanto custou a decoração de Natal em Campo Grande?

A contratação da decoração natalina de Campo Grande em 2022 custou R$ 2.479.979,06 aos cofres públicos. 

De acordo com o resultado do Pregão Eletrônico 234/2022, publicado na página 12 do Diogrande em 3 de outubro, a empresa Construtora JLC LTDA foi a vencedora para fazer a implantação de iluminação decorativa natalina com fornecimento de materiais. 

O valor contratado de mais de R$ 2,4 milhões foi R$ 110.480,61 abaixo do valor de reserva da Prefeitura, de R$ 2.590.459,67.

A secretaria requisitante do pregão foi a Sisep (Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos). 

Decoração natalina continua instalada em toda praça. (Foto: Nathalia Alcântara/Jornal Midiamax)

Rua 14 de Julho também está esquecida

Além da Praça Ary Coelho, o paisagismo também está esquecido na Rua 14 de Julho, no coração comercial do centro de Campo Grande. 

Quem passeia pela via encontra canteiros vazios, árvores secas e tortas e plantas amareladas. Os galhos de algumas árvores até encostam na fachada das lojas. 

O jornal solicitou à Prefeitura uma resposta sobre a manutenção do paisagismo da Rua 14 de Julho, porém mesmo após a publicação da matéria, em 18 de março deste ano, a Prefeitura não se manifestou.