Mato Grosso do Sul enfrentará nesta semana uma nova onda de calor extrema, com temperaturas 5°C acima do normal. O Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) avisa que a passagem de ar quente chega no Estado a partir de quinta-feira (14).

O aviso descreve que a condição permanece assolando os termômetros por cinco dias, ou seja, com risco válido até dia 17 de dezembro. Com a influência do calor, as temperaturas no Estado devem ultrapassar os 40°C, cenário recente, já que a região passou por três ondas de calor intenso, com valores acima dos 44°C.

A influência da onda de calor atinge grande parte do Brasil, além do solo sul-mato-grossense, o calor intenso atinge o estado de Tocantins, Goiás, Mato Grosso, Rondônia, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Atípico ao verão

O verão começa oficialmente no dia 21 de dezembro, mas a despedida da primavera deve ser de altas temperaturas no Brasil. O Clima Tempo afirma que a primavera deve “se despedir com um período de calor intenso, onde as temperaturas voltam a ficar de 3 a 5°C mais quentes que o padrão para a época em boa parte do Brasil e com características de onda de calor com mais de 5° graus acima da média, em parte do país”.

Tradicionalmente, o verão é marcado por chuvas que amenizam o calor, principalmente no período da tarde e noite por conta do aquecimento diurno.

Cuide-se

Durante esses dias, a recomendação é ingerir bastante água, manter os ambientes umidificados e evitar exposição ao sol em horários mais quentes.