Há um mês, vivia a terceira e mais intensa onda de calor de 2023, até agora. Foram sete dias de calor intenso, com temperaturas que passaram facilmente dos 40°C. Agora a meteorologia prevê a chegada de mais uma onda de calor, que além de Mato Grosso do Sul deve atingir estados do sul e sudeste do país.

De acordo com o MetSul, o calor deve aumentar bruscamente a partir de sexta-feira (15). A situação é atípica para dezembro, principalmente no Centro-Oeste, onde a tendência é de dias mais chuvosos e frescos, diferente do calorão da primavera. O já tem sofrido influência do verão.

No Centro-Oeste, os dias mais quentes do ano ocorrem no fim do inverno e durante a primavera, no final da temporada seca. No trimestre de verão, dezembro a fevereiro, a maior presença de umidade devido às costuma m amenizar as altas temperaturas.

“Mesmo assim, a tendência é que entre o final desta semana e o começo da próxima às temperaturas atinjam valores muito altos no Centro-Oeste com marcas mais comuns de se observar nos períodos mais quentes da primavera do que em dezembro, sobretudo nos estados do Mato Grosso e do Mato Grosso do Sul”, alerta o Metsul.

Fim de semana de calor

O verão começa oficialmente no dia 21 de dezembro, mas a despedida da primavera deve ser de altas temperaturas no Brasil. O Clima Tempo afirma que a primavera deve “se despedir com um período de calor intenso, onde as temperaturas voltam a ficar de 3 a 5°C mais quentes que o padrão para a época em boa parte do Brasil e com características de onda de calor com mais de 5° graus acima da média, em parte do país”.

As temperaturas devem aumentar bastante, principalmente no fim de semana, quando são esperadas máximas próximas aos 40°C no Mato Grosso do Sul.

Saiba Mais