O setor agropecuário teve a segunda maior participação no PIB (Produto Interno Bruto) de em 2021, de acordo com levantamento do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas), sobre o PIB dos municípios. 

A participação da agropecuária no segmento cresceu de R$ 26,05 bilhões em 2020 para R$ 32,13 bilhões em 2021, o que representa crescimento de 23,4%. A agropecuária fica atrás do setor de serviços que, em 2021, gerou R$ 47,44 bilhões.

Já na participação no valor adicionado bruto a preços correntes, a participação do setor da agropecuária passou de 23,7% para 25,5%. 

No ranking nacional, Mato Grosso do Sul ocupa a oitava posição em participação da agropecuária no PIB estadual. Os primeiros colocados são Mato Grosso, com R$ 79,88 bilhões, e Rio Grande do Sul, com R$ 74,96 bilhões. 

Ponta Porã lidera em MS

PIB agropecuário ultrapassa R$ 32 bilhões em MS. (Foto: Agência Brasil)

perdeu a liderança para na lista de valor adicionado bruto da agropecuária entre 2020 e 2021, aponta o IBGE. A cidade fronteiriça ganhou o primeiro lugar com R$ 1,70 bilhão, enquanto Maracaju fez R$ 1,61 bilhão. Os dois municípios sul-mato-grossenses aparecem na 22ª e 23ª posição no ranking nacional, respectivamente.

Outra cidade que subiu de colocação no ranking estadual foi Três Lagoas, que saiu da oitava para a quarta posição, ultrapassando Rio Brilhante, com R$ 1,25 bilhão, e com R$ 1,24 bilhão.

PIB estadual cresceu 16% em 2021

Mato Grosso do Sul registrou PIB a preços correntes de R$ 142,2 bilhões em 2021. O valor é 16% maior que o registrado em 2020, que teve R$ 122,2 bilhões. Se desconsiderada a participação dos impostos, de R$ 16,2 bilhões, o valor adicionado bruto foi de R$ 125,9 bilhões em 2021, tendo sido R$ 109 bilhões em 2020.