Uma reunião realizada nesta quarta-feira em Campo Grande definiu encaminhamento para a resolução de impasse com comerciantes de Dourados em relação à ampliação da Rua Coronel Ponciano. As calçadas ficaram acima do nível do novo asfalto, o que gerou reclamações de empresários e moradores.

Durante a conversa com o secretário estadual de Infraestrutura e Logística, Hélio Peluffo, mediada pelo vice-governador José Carlos Barbosa e pela bancada de parlamentares de Dourados e região, formada pelos deputados estaduais Zé Teixeira, Renato Câmara e Lia Nogueira, o caso voltou a ser discutido.

A obra atingiu 50% de conclusão em agosto. Nesta fase, foram encontrados, em locais pontuais, desníveis de até 1,44 metros entre o asfalto e as calçadas dos comércios locais. De posse da reivindicação da população, o vice-governador Barbosinha está atuando em conjunto com a Seilog para que sejam equacionadas com a Prefeitura de Dourados alternativas viáveis para que não haja prejuízo aos lojistas.

O fato, encontrado principalmente em comércios antigos, já está em estudo na Secretaria de Infraestrutura. “Estamos dispostos a apresentar soluções. O Estado está em contato com a Prefeitura de Dourados para, mais do que oferecer alternativas, se dispor a custear essa adequação da obra, sanando esse impasse, caso necessário”, afirmou o vice-governador.

O Governo do Estado está investindo R$ 34 milhões na obra da Coronel Ponciano. A obra é executada com base no projeto de engenharia elaborado pela Prefeitura Municipal de Dourados.

Estão sendo feitas pavimentação asfáltica, drenagem de águas pluviais, restauração funcional do pavimento, ciclovia e sinalização viária. Importante via que concentra inúmeros comércios e liga a região central de Dourados a bairros populosos, a Coronel Ponciano está recebendo obras no trecho que vai da Avenida Marcelino Pires até a BR-163.