Após diversas negociações entre a (Federação dos Trabalhadores em de Mato Grosso do Sul) e o governo do Estado, a discussão sobre o reajuste salarial dos professores teve um novo desdobramento nesta segunda-feira (02). A partir deste mês de outubro, os professores convocados da REE (Rede Estadual de Ensino) terão um reajuste de 15%.

Em maio, os professores convocados conseguiram um reajuste de 5%, no entanto, a disparidade salarial ainda era um problema para a categoria. O Presidente da Fetems, Professor Jaime Teixeira, explicou que várias reuniões foram realizadas até que fosse fechado um acordo que beneficiasse os profissionais da educação.

“Tivemos avanços significativos na pauta do reajuste salarial. A partir deste mês de outubro, vamos garantir os 15% aos professores convocados, além dos 14,95% já garantidos aos efetivos. Conseguimos mais essa conquista”, destacou.

A medida tem o intuito de equiparar o salário dos profissionais convocados ao dos efetivos, uma vez que, embora os professores efetivos em Mato Grosso do Sul tenham um dos salários mais altos do país, até então, a situação era diferente para os professores contratados.

Atualmente, um professor efetivo recebe um salário inicial de R$ 10.383,18 para uma carga horária de 40 horas semanais. Em contraste, um professor convocado recebe cerca de R$ 5.494,00 para a mesma carga horária de 40 horas semanais.

Contratação de professores temporários

Também ficou acordada a realização de eleições diretas em todas as escolas de Mato Grosso do Sul e a abertura de um processo seletivo para a contratação de professores temporários para 2024/2025.

Apesar dos avanços, a Fetems esclarece que ainda há demandas a serem discutidas, como o cumprimento do plano de cargos e carreiras e a implementação de um auxílio-alimentação aos profissionais administrativos da educação.

aulas escolas estadual divulgação aula escola
Não existe previsão para que aulas sejam canceladas em Mato Grosso do Sul. (Divulgação, SED)

Piso nacional

O (Ministério da Educação) definiu o novo piso salarial dos professores em todo o país em R$ 4.420, um valor 14,95% acima do ano anterior. Esse valor é válido para uma jornada de 40 horas semanais.

Atualmente, a Rede Estadual de Mato Grosso do Sul conta com 348 escolas, com 11 mil professores convocados e 6,3 mil efetivos. A diferença salarial entre eles é de 47%.

Saiba Mais