Após dia chuvoso, regiões de como a Avenida Duque de Caxias, Imá, Jardim Petrópolis, Silvia Regina, Jardim Seminário, Avenida Cônsul Assaf Trad, Avenida Professor Heráclito José Diniz de Figueiredo e Nova Lima em Campo Grande ficaram cobertas por neblina durante a noite desta segunda-feira (04). Vale ressaltar que condutores têm de redobrar a atenção no trânsito. Mesmo com a neblina, o Aeroporto opera normalmente até a publicação

Nestes primeiros dias de dezembro, choveu 108 mm em Campo Grande. O total é 48% dos 224,9 mm esperados para o mês segundo o Cemtec/MS (Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima de Mato Grosso do Sul).

De acordo com o meteorologista do Cemtec/MS, Vinicius Sperling, as são causadas por uma frente fria oceânica e baixa pressão no Paraguai. O tempo instável deve continuar até quinta-feira (07).

A constante chuva com fortes causaram estragos por Campo Grande. Na Rua Almerinda Azevedo, no Jardim das Perdizes, Rodrigo Brandão descreve a enxurrada que se assemelha a “um rio”. A força que sai da tubulação arrastra pedregulhos para a parte mais baixa da via. “Moro há 20 anos [aqui], sempre foi assim na região. O buraco está assim há um ano”, disse.

Mato Grosso do Sul tem alertas de temporais nos 79 municípios do Estado, com grau de severidade amarelo, o que significa perigo potencial, até esta terça-feira (05).

Região do Nova Lima (Midiamax)

Avenida Duque de Caxias (Midiamax)

Região do Jardim Petrópolis (Midiamax)

Jardim Petrópolis (Midiamax)