Entre idas e vindas com sua motocicleta pela cidade que Sanderson Benites, 28, tira o sustento. Há 5 anos, ele trabalha com motoentregas em Campo Grande, mas, em meio à renda que tirava com as corridas – a maioria delas por aplicativo – estava a dor de cabeça da manutenção da motocicleta.

“Minha moto estava dando muita manutenção, toda semana estragava alguma coisa diferente, e quando parecia estar arrumada, estragava de novo. Dei uma pesquisada e decidi alugar, já que a locadora fornece manutenção preventiva sem custos, como gastos com pneus, transmissão, etc. Encontrei a paz”, destaca.

Sanderson descreve um serviço relativamente novo e em ascensão no país, o aluguel de motos, serviço oferecido por empresas especializadas, no qual o consumidor pode alugar motocicletas por um determinado tempo. É uma alternativa para aqueles que desejam utilizar uma moto sem a necessidade de comprá-la.

É, também, saída para uma demanda muito grande de motociclistas. Isso porque, desde a pandemia de covid-19, o serviço de entregas de comida vive um “boom” que movimentou cerca de R$ 35 bilhões em 2021, de acordo com a Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes). No ano passado, a venda de alimentos e bebidas nas plataformas digitais registrou um aumento de 71,7%, em relação a 2021, segundo relatório da consultoria NielsenIQ|EBIT.

Mais entregas, mais motocicletas

Com a demanda de delivery em alta, o interesse em motocicletas sobe a cada ano. De acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), em 2022, foram registradas 158.319 motocicletas em Campo Grande. Com o mercado aquecido, cresce o interesse do consumidor em alugar motos em vez de comprar.

César Franklin Nogueira, 34, trabalha como moto-entregador desde 2017 e também aderiu ao aluguel. “Eu decidi alugar a moto por causa dos benefícios, como a troca de óleo, pneu e manutenção ser tudo por conta das locadoras”. “Utilizo a moto para fazer Uber moto durante o dia e entregas em uma hamburgueria durante a noite. O custo-benefício dela é bem razoável, eu pago 25 reais por dia”, afirma.

O aluguel de motos pode ser feito para períodos curtos, como dias ou semanas, ou para períodos mais extensos, com planos mensais ou anuais. Magnus Codorniz Cruz, 43, é gerente da TeraX Moto Aventura. Segundo ele, a grande vantagem para o consumidor que opta pelo aluguel da moto é a possibilidade de obter um veículo novo sem se preocupar com despesas de manutenção, seguro e imposto.

Motocicletas disponíveis para aluguel. (Magnus Cruz)

“A maior vantagem do aluguel é você pegar uma moto ‘zero’, com todas as revisões e manutenção feitas na concessionária e com seguro, licenciamento e IPVA já pagos. Ou seja, tudo isso é por nossa conta”, destaca.

Magnus também ressalta que o aluguel é uma possibilidade interessante para quem precisa do veículo e não tem condições para comprá-lo. “Outra vantagem é que o cliente não precisa financiar ou tirar o do bolso para você pegar uma moto. Para quem não tem condições, isso é um ponto positivo, porque os clientes vêm aqui, alugam a moto e já podem trabalhar. Já aconteceu de cliente nosso comprar a nossa moto trabalhando com ela”, disse.

Veja a seguir, as principais vantagens e desvantagens do serviço.

Ventagens e desvantagens do aluguel de motos (Arte: Madu Livramento e Leticia Marquine, Jornal Midiamax)

Documentos e critérios

As exigências para que o aluguel seja aceito podem variar entre as empresas, mas, geralmente, elas solicitam o cumprimento dos seguintes requisitos:

  • Documentação válida: É necessário apresentar um documento de identificação válido, como o RG (Registro Geral) ou a CNH (Carteira Nacional de Habilitação). Em alguns casos, é exigida a categoria da CNH correspondente ao tipo de moto a ser alugada.
  • mínima: A maioria das empresas exige que o locatário tenha idade mínima de 21 anos. Dependendo da empresa, essa idade pode ser superior, como na Direkt Moto e na TeraX Moto, onde o pré-requisito é 26 anos.
  • CNH válida: É necessário possuir uma CNH válida e dentro do prazo de validade. A categoria da CNH deve ser compatível com o tipo de moto a ser alugada.
  • Cartão de crédito: Geralmente, as empresas exigem um cartão de crédito válido como forma de garantia para cobrir eventuais danos ou despesas extras durante o período de aluguel. O cartão de crédito também é utilizado para realizar o pagamento do aluguel.
  • Depósito caução: Algumas empresas podem exigir um depósito caução como garantia adicional. Esse valor é reembolsado ao final do contrato de aluguel, desde que não haja danos ou infrações cometidas durante o período de locação.
  • Histórico de infrações: algumas locadoras podem avaliar se há incidentes de trânsito em seu nome, o que pode dificultar o processo de aluguel.

O gerente da TeraX dá detalhes do funcionamento do depósito caução e o procedimento em caso de multas. “Para o aluguel, nós exigimos um depósito caução que pode ser feito pelo cartão de crédito, pix ou dinheiro. Essa caução é justamente para pagar as multas e pequenas avarias. Quando o cliente devolve a moto, nós fazemos uma consulta. Caso ele não tenha cometido infrações ou avarias, nós devolvemos esse valor integral, sem custos ou taxas. Se tiver, nós descontamos do caução”, explica.

“Nosso maior ponto é que nós estamos gerando emprego. As pessoas estão usando as motos para fazer renda e sustentar sua família. E outra vantagem é que você não perde na dinheiro na hora da venda da sua moto, não tem a depreciação, a depreciação é por nossa conta. Então tudo isso é muito vantajoso para o cliente. Nossa preocupação maior é sempre ter moto nova ou pouco rodada. Exemplo: nossas motos, quando atingem 40 mil km, nós já colocamos para venda e compramos motos novas. A mais antiga aqui tem um ano de uso, que foi 2022”, conclui.

Opções de locadoras em Campo Grande

Existem diversas locadoras de motos em Campo Grande, cada uma com suas particularidades e níveis de serviço. A escolha da melhor locadora de motos pode depender de vários fatores, como localização, modelo de veículo desejado pelo cliente, qualidade do serviço, preços e políticas de aluguel. Veja algumas das possibilidades na capital.

Mottu

A Mottu destaca-se como uma das principais locadoras de motos do país. Por meio de um aplicativo, a empresa oferece planos recorrentes de aluguel, que variam de R$18 a R$45 por dia. O valor inclui manutenção preventiva, seguro e isenção de impostos. Além disso, a empresa disponibiliza serviço de entrega para os motoristas parceiros.

A Mottu também oferece serviço de aluguel exclusivo para quem trabalha com entregas. Essa possibilidade pode ser usada por empresas ou diretamente com o entregador. Ainda há a possibilidade de tirar a CNH pela empresa – contratando esse serviço, o cliente ainda ganha desconto na hora de alugar uma moto. Entre as motocicletas disponíveis, têm a Mottu Sport (160 cilindradas), Mottu-E (Elétrica) e a Mottu .

TeraX Moto Aventura

A TeraX Moto Aventura é uma empresa de aluguel de motos que oferece além de veículos de porte pequeno, o alugel de modelos “Big Trail”, isto é, motocicletas de porte grande. Estas são ideais para trilhas e viagens longas em diferentes tipos de terrenos, e possibilitam o cliente irem além das estradas pavimentadas. Quem opta por essas motos geralmente procura aventuras como: expedições, passeios de enduro e competições de rally.

A idade mínima exigida para o aluguel é de 26 anos. É necessário ter Carteira Nacional de Habilitação válida e data da habilitação superior a um ano. O valor da diária das motos grandes vai de R$ 490 a R$ 650, com depósito caução a partir de R$ 5 mil reais e custo de baús Laterais e top Cases a R$70 por dia.

Para as motos de porte menor, a empresa oferece aluguel de motos Honda CG 160 FAN. Entre as possibilidades de plano, têm o diário avulso e o plano semanal. No diário, o preço é R$ 68 por dia; a empresa oferece as opções de cor azul, preta ou prata; sem limite mínimo de diárias; e custo do kit com capacete e top case, por R$ 5.

Já no plano semanal, o preço é R$ 50 por dia. A Direkt Moto exige o mínimo de 7 diárias, com possibilidade de renovação de contrato; as opções de cores também são azul, preta ou prata; e o custo semanal do aluguel do kit com capacete e top case sai por R$ 15. Em ambos os planos, a empresa exige também um depósito caução de R$ 500.

Rodomais Aluguel de Moto

A Rodomais Aluguel de Moto oferece motos de 150 e 160 cilindradas. Entre as opções, estão Honda Start e Yamaha Fazer 150cc. A empresa cobra um depósito caução de R$ 600; o pagamento semanal é de R$ 220 no plano com limite de 40 km ao dia, e de R$ 260 sem limite de km (motos 150cc). Já para as motos de 160cc, o preço semanal é de R$ 240 no plano com limite de 40 km ao dia e de R$ 280 sem limite de km.

Para pegar a moto é preciso a quantia caução e o pagamento semanal na primeira semana. A manutenção por tempo de uso é por conta da empresa e o óleo do motor e avarias fica por conta do consumidor. Entre os documentos necessários para o contrato, são exigidos CNH digital e comprovante de residência.

AJ Aluguel de Motos

A AJ Aluguel de Motos oferece veículos ideais para trabalho, com motos de 150 e 160 cc na frota disponível. Nos planos mensais, as diárias são a partir de R$ 45, com um depósito caução de R$ 800. A empresa oferece o benefício do consumidor poder retirar a moto apenas com o caução e pagar o aluguel após uma semana de uso. Entre os modelos disponíveis, estão a Honda NXR 160 Bros, Yamaha Factor 150 e Honda CG 160 Fan. Os documentos exigidos para o contrato são: CNH digital e comprovante de residência.

Serviço

Mottu

TeraX Moto Aventura

  • Avenida Eduardo Elias Zahram 1727, Sala 5 – Jardim Tv Morena
  • Contato: (67) 99827-8999 / (67) 98188-1858
  • Site: https://teraxmoto.com.br/

Rodomais Aluguel de Moto

  • Contato: (67) 99218-0694

AJ Aluguel de Motos

  • Local: R. Pedro Batistote, 25 – Coronel Antonino
  • Contato: (67) 99848-6716

Saiba Mais