Desempregada vê 'luz no fim do túnel' em reportagem e agora faz sucesso como personal shoper em Campo Grande

Já ouviu falar? Profissional atende necessidades de compra de clientes
| 13/02/2022
- 14:00
A profissão de Personal Shopper surgiu como alternativa para a realização de compras mais inteligentes
A profissão de Personal Shopper surgiu como alternativa para a realização de compras mais inteligentes, bem como a resolução de problemas e demandas do dia a dia de forma personalizada. - Divulgação/Leitor Midiamax

A tarefa de comprar um presente para alguém especial, fazer compras de supermercado ou até mesmo ir ao cartório pode ser difícil de conciliar na correria da rotina. Por este motivo, a profissão de personal shopper surgiu como alternativa para a realização de compras, resolução de problemas e demandas do dia a dia de forma personalizada e prática. 

Como a profissão chegou a Campo Grande?

Comum no exterior e em outras capitais do país, a profissão chegou a Campo Grande recentemente por meio de Marília Cristina Pereira, de 30 anos, que atua na área há 3 meses. Dona e idealizadora do "Mari Resolve", Marília esclarece que o foco principal de um Personal Shopper é a compra consciente, seja para consumo pessoal ou para presentes. 

A personal shopper revela que a ideia de atuar na área surgiu ao ficar desempregada e assistir a uma reportagem sobre a profissão em um canal de televisão. "Sabe quando a ideia fica indo e vindo na sua cabeça? Assim foi comigo, falei com minha amiga e começamos a colocar a ideia em prática", relata. 

Na capital, Marília aponta que sentiu a necessidade de complementar o serviço para atender o público. "Faço pequenos serviços de office girl, até grandes responsabilidades como escolher um presente para uma pessoa especial, faço compras em supermercados, vou em cartórios, como o meu nome já diz, o 'Resolve' não é à toa", descreve. 

Apesar do atendimento personalizado e suas diferentes funções, Marília Cristina também esclarece que há uma certa dificuldade das pessoas compreenderem o serviço. "Não é fácil, porque muitas pessoas têm medo, resistência de usar desse trabalho, mas depois que conhecem olham como é prático e rápido". 

De acordo com a personal shopper, seu trabalho possibilita facilitar a rotina das pessoas. "Uni o útil ao agradável, eu tinha uma vida muito corrida e não tinha tempo de passear com a minha cachorrinha, se eu não tinha, acredito que outras pessoas também não possuem. Então, adotei também esse serviço, de levar os pequenos pets para passear".

Atuação e principais atividades

Em relação à atuação como personal shopper, Marília argumenta que é preciso estar sempre pesquisando e se atualizando sobre o mercado, suas tendências e produtos. 

As principais atividades da profissão envolvem usar o dinheiro de forma inteligente, proporcionar escolhas mais assertivas para os clientes e apresentar informações sobre os produtos para os clientes. 

Marília Cristina também explica que a profissão de personal shopper oferece muitas oportunidades, com especializações em diferentes áreas, como moda, enxoval de bebês, artigos eletrônicos, produtos de beleza e outros. 

Veja também

Porém, em comparação a maio último, houve queda de 4,21%.

Últimas notícias