Cotidiano

MS é o quarto estado brasileiro com menor índice de internação em UTI por covid-19

Mato Grosso do Sul teve 947 novos casos de Covid nas últimas 24 horas

Fábio Oruê Publicado em 07/01/2022, às 17h01

None
Foto: Divulgação

Mato Grosso do Sul é o 4º estado com menor índice de internações por covid-19 em leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) Adulto, segundo o boletim extraordinário do Observatório Covid-19 Fiocruz, divulgado nesta sexta-feira (7). Atualmente esse é o único dado atualizado que pode ser usado pelos pesquisadores. 

Em comparação aos registros obtidos em 20 de dezembro de 2021, dados relativos a 5 de janeiro de 2022 mostram aumentos relevantes no número de pacientes internados nesses leitos. Com 15%, MS aparace com classificação baixa e está 'atrás' do Rio de Janeiro (9%), Acre (10%) e Minas Gerais (13%). 

Os indicadores de leitos abordam uma das etapas da infecção e evolução dos casos - a última e mais grave é o óbito, informação que não se encontra em função do “apagão” de dados. As taxas passam a refletir, em muitos estados, também a ocupação de leitos por outras causas como a Influenza, embora ainda predomine a Covid-19, segundo a Fiocruz. 

Quatro estados encontram-se na zona de alerta intermediário e21 estados e o Distrito Federal encontram-se fora da zona de alerta. Entre as capitais, três estão na zona de alerta crítico: Fortaleza (85%), Maceió (85%) e Goiânia (97%). Três estão na zona de alerta intermediário: Palmas (66%), Salvador (62%) e Belo Horizonte (73%).

As demais, com taxas divulgadas, estão fora da zona de alerta: Campo Grande (47%), Porto Velho (44%), Rio Branco (10%), Manaus (34%), Macapá (40%), São Luís (30%), Natal (34%), João Pessoa (32%), Vitória (56%), Rio de Janeiro (2%), São Paulo (35%), Curitiba (46%), Florianópolis (42%), Porto Alegre (57%), Cuiabá (36%) e Brasília (57%).

O órgão salienta que as taxas observadas não são comparáveis àquelas verificadas no pior momento da pandemia, há quase um ano, considerando a redução no número de leitos destinados à Covid-19.

"Ainda é precoce, desta forma, afirmar que há uma nova pressão sobre os leitos de UTI, baseado apenas nos dados disponíveis e apresentados aqui. Entretanto, cabe manter a atenção sobre a evolução do indicador", diz o texto. 

Covid em MS

Mato Grosso do Sul teve 947 novos casos de Covid nas últimas 24 horas, sendo 323 deles em Campo Grande. Com as pessoas retornando das férias e maior número de testagens, os registros da doença aumentam a cada dia e a secretária-adjunta de Saúde, Christine Maymone, ressaltou que agora “estamos colhendo o fruto amargo das aglomerações de fim de ano”.

Jornal Midiamax