A (Secretaria Municipal de Saúde) divulgou, nesta segunda-feira (22), o resultado da campanha do Dia D em multivacinação contra a poliomielite e atualização da caderneta, no fim de semana, em . Mesmo com o frio do último sábado (20), mais de 1,4 mil crianças e adolescentes foram imunizados.

Conforme os dados apresentados pelo setor ligado a Coordenadoria de Vigilância Epidemiológica da Superintendência de Vigilância em Saúde, ao todo foram vacinados 1.467 crianças e adolescentes, sendo 1.121 contra a poliomielite, para crianças entre 1 e 4 anos de idade.  O foco da mobilização era realizar a atualização da caderneta de crianças e adolescentes até 14 anos, considerando a baixa procura registrada nos últimos anos.

O atendimento foi disponibilizado em 17 pontos de vacinação, sendo em unidades de saúde, shoppings e equipe volante, sendo disponibilizados 18 imunizantes que fazem parte da rotina das crianças e adolescentes, assim como as vacinas da Covid-19 e Influenza, que também estavam disponíveis para os adultos.

As campanhas acontecem até dia 9 de setembro, sendo uma estratégia do para ampliar a cobertura vacinal do público, que está em baixa. As vacinas disponíveis para as crianças e adolescentes serão: Hepatite B, Pentavalente, VIP, VOP, Rotavírus, Pneumicócica 10 valente, Menincocócica C, Febre Amarela, Tríplice Viral, Tetra Viral, DTP, Hepatite A, Varicela, Difteria e tétano adulto, dTpa, Meningocócica ACWY e HPV quadrivalente.

A secretaria reforça que o imunobiológico que protege contra a poderá ser aplicado em toda a população que tenha pelo menos seis meses de idade. Já o da Covid-19 é ministrado conforme o cronograma, ou seja, quem tem três anos ou mais e não recebeu nenhuma dose da vacina, ou iniciou o ciclo vacinal e já cumpriu o intervalo recomendado pelos fabricantes também será vacinado.

Já o reforço da Covid-19 está disponível para quem tem 12 anos ou mais e já tomou a primeira dose há pelo menos quatro meses, assim como a quarta dose, ou segundo reforço, para quem integra um dos seguintes grupos: pessoas com 35 anos ou mais, trabalhadores da saúde e pessoas com 18 anos ou mais com alto grau de imunossupressão