Em greve, administrativos da Reme abrem assembleia em frente à Prefeitura para forçar negociação

O prefeito Marquinhos Trad (PSD) chegou a descer para conversar com os manifestantes e ficou combinada uma reunião às 14h
| 01/04/2022
- 12:04
Em greve, administrativos da Reme abrem assembleia em frente à Prefeitura para forçar negociação
Servidores reunidos em frente à Prefeitura (Foto: Marcos Ermínio)

Os servidores do setor administrativo da Reme (Rede Municipal de Ensino), que deflagraram greve nesta quinta-feira (31), estão reunidos em frente à Prefeitura de Campo Grande na manhã desta sexta (1º). A intenção da categoria é continuar forçando a negociação com o Executivo Municipal.

O prefeito Marquinhos Trad (PSD) chegou a descer para conversar com os manifestantes e ficou combinada uma reunião às 14h para uma nova proposta em resposta às demandas da categoria. Ao final da manhã, o (Sisem Sindicato dos Servidores Campo Grande) abriu uma assembleia no Paço Municipal mesmo para que, após a reunião da tarde, seja votada a aprovação ou não da proposta.

Segundo o presidente do Sisem, o vereador Marcos Tabosa (PDT), apenas uma das reivindicações foi atendida pelo prefeito — o aumento da bolsa alimentação de R$ 294,00 para R$ 350,00 de parte dos servidores.

A categoria pede auxílio-alimentação de R$ 500, o pagamento de insalubridade para os agentes de saúde, plano de carreira para os cargos da SAS (Secretaria Municipal de Assistência Social), reposição na inflação e autorização no curso da pró-educação para 600 funcionários do administrativo que atuam na .

Aulas

A Semed (Secretaria Municipal de Educação) informou que, mesmo com a greve dos administrativos deflagrada, haverá aula normalmente na Rede Municipal de Ensino. Ainda conforme a pasta, haverá apenas algumas alterações de horário.

Nas escolas de ensino fundamental não haverá intervalo, com isso a saída será antecipada em 10 minutos, então a aula será das 7h às 11h no período matutino e das 13h às 17h no período vespertino. Já nas escolas de tempo integral, haverá aula apenas no período da manhã, até as 11h, porém os pais serão comunicados previamente. Já nas Emeis (Escolas Municipais de Educação Infantil), as aulas ocorrerão normalmente, sem alteração.

Ao todo, em Campo Grande, são 99 escolas, sendo cinco integrais, e 105 Emeis, que atendem 107 mil alunos.

Veja também

Índice de baixa umidade deve variar entre 30% e 20% ao longo do dia, segundo o Instituto

Últimas notícias