A prefeitura de mantém a aplicação de doses de vacina de reforço contra a para grupos especiais, como as pessoas imunossuprimidas. O atendimento faz parte das orientações do , conforme nota técnica publicada no fim de agosto.

Segundo a administração municipal, imunossuprimidos com 18 anos ou mais foram um dos primeiros grupos a receberem a vacina contra a covid-19, por isso a decisão de já disponibilizar mais uma dose de reforço.

Para receber mais uma dose do imunizante, é importante observar a data da última dose recebida, com período mínimo de quatro meses. Estão disponíveis vacinas da , AstraZeneca e Janssen.

Gestantes e puérperas com 18 anos ou mais também devem tomar a dose de reforço, mas neste caso, a vacina preferencial é da Pfizer ou, se não disponível, a Coronavac, segundo informações do Núcleo de Imunização do município.

No documento, a decisão do Ministério da Saúde é justificada pela redução considerável de casos graves e óbitos por covid-19 por causa do avanço da imunização à medida que a campanha de vacinação é ampliada para diferentes faixas etárias.