Neste domingo (2), as empresas do de podem funcionar normalmente, mas devem garantir aos funcionários uma liberação ao longo do dia para que possam votar no 1º turno das Eleições 2022.

Segundo o gerente de Relações Sindicais da MS, Fernando Camilo, ausência de funcionários no pleito gera para a empresa. “A ausência de liberação dos eleitores acarretará multa às empresas, assim como os eleitores obrigatórios que não votarem pagarão multa por ausência na votação”, explica.

Fernando Camilo lembra que, em função do fuso horário, as votações começam às 7h e se encerram às 16h, de acordo com o Mato Grosso do Sul.

“As empresas deverão proceder escala para cumprir as determinações da legislação eleitoral, sendo que o voto é obrigatório para os eleitores entre 18 a 60 anos, e facultativo para os empregados de 16 a 18 anos e para os empregados que tenham mais de 60 anos”, diz Camilo.