Campo Grande retira obrigatoriedade do uso de máscara em locais fechados a partir de terça-feira

Anúncio foi dado pelo prefeito Marquinhos Trad no fim da tarde desta segunda-feira
| 21/03/2022
- 22:01
Campo Grande retira obrigatoriedade do uso de máscara em locais fechados a partir de terça-feira
Leonardo de França, Midiamax

Após reunião na tarde desta segunda-feira (21), a Prefeitura de Campo Grande decidiu retirar a obrigatoriedade do uso das máscaras. Agora, o uso é apenas obrigatório no transporte coletivo, transporte rodoviário e em unidades de saúde.

Conforme o prefeito Marquinhos Trad (PSD), a decisão foi tomada após avaliarem a situação do vírus da Covid na Capital nos boletins epidemiológicos e dados da ciência. “Na última reunião, há 15 dias, Campo Grande tinha 144 casos e 7 óbitos. Hoje, são 74 casos e um óbito”, comentou.

O prefeito comparou o cenário do vírus nos meses de fevereiro e março. Em fevereiro foram 32 mil testes realizados e 13 mil moradores testaram positivo. No mês de março, até então, foram 6,3 mil exames e pouco mais de mil casos confirmados.

“O uso da máscara fica optativo em todo território geográfico de Campo Grande. O decreto vai sair amanhã e poderá ser reavaliado em 15 dias caso seja necessário medidas flexíveis ou restritivas”, explicou.

Confira a entrevista que o prefeito Marquinhos Trad e o secretário de saúde municipal, José Mauro, concederam ao vivo pela página no Facebook do Jornal Midiamax.

Desobrigação do uso das máscaras em MS

Há 11 dias, o Governo do Estado publicava decreto que desobrigava o uso das máscaras em locais fechados. O decreto, na ocasião, detalhava que o uso de máscara de proteção individual é facultativo em qualquer ambiente de circulação pública, aberto ou fechado, no território sul-mato-grossense.

A publicação ainda especificou quais seriam esses espaços, se referindo a órgãos, instituições e entidades públicas, estabelecimentos privados acessíveis ao público, meios de transporte coletivo intermunicipal e interestadual.

No entanto, o decreto reforça que os municípios continuam tendo a competência para estabelecer medidas mais restritivas quanto ao uso de máscara de proteção individual em seus territórios.

Também deixa claro que a Secretaria de Estado de Saúde segue com competência para expedir recomendações quanto ao uso de máscara de proteção individual visando à orientação, à prevenção e à vigilância epidemiológica.

De acordo com a publicação, a medida foi tomada levando-se em conta o cenário epidemiológico atual do Estado de constante nos boletins epidemiológicos divulgados pela Secretaria de Estado de Saúde, disponíveis no sítio eletrônico www.saude.ms.gov.br/informacoes-covid-19 e o esquema vacinal completo da população apta vacinável de 80,35%, além da redução da média móvel de casos e a redução de óbitos nas últimas três semanas epidemiológicas e a diminuição da taxa de ocupação de hospitalares no território sul-mato-grossense.

Confira a íntegra do decreto a partir da página 30 do Diário Oficial do Estado.

Veja também

O Banco do Brasil (BB) voltou a bater recorde semestral de lucro. De janeiro a...

Últimas notícias