Campo Grande registra crescimento econômico de 10% e supera média nacional

Setor de serviços, principal segmento da economia no município, registrou um crescimento de 11,6%
| 06/06/2022
- 18:00
Terrenos públicos
Campo Grande vista de cima. - (Foto: Marcos Ermínio/Jornal Midiamax)

Campo Grande registrou crescimento de 10% em um ano, superando a média nacional de 4,6%. Os dados foram apresentados pela Sidrago (Secretaria Municipal de Inovação, Desenvolvimento Econômico e Agronegócio).

Conforme a secretaria, Campo Grande deve crescer, em termos reais, próximo de 2%, deixando a Capital acima da atividade econômica prevista para o Brasil em 2022, estimada em 1,2%, conforme relatório do divulgado nesta segunda-feira (6).

Serviços

O setor de serviços é o principal segmento da economia de Campo Grande e representa 71,91% da economia municipal e 54,60% na economia estadual.

O setor registrou um crescimento de 11,6% em um ano, enquanto as atividades comerciais registraram crescimento de 11,5%.

Nos últimos doze meses, o estado de Mato Grosso do Sul registrou um aumento de 11% no setor de comércio e 11,5% no setor de serviços.

Mercado de Trabalho

Após registrar um recorde na geração de postos formais de trabalho em 2021 (+ 13.335), Campo Grande criou mais 1.779 vagas em março de 2022, sendo a maior parte nos serviços (1.140), seguido pelo comércio (282) e a construção civil (240).

Nenhum grande grupamento de atividade econômica registrou perda de postos de trabalho. No acumulado de 2022, foram gerados 4.565 empregos formais, sendo mais de 3,5 mil apenas no setor de serviços. Indústria e construção criaram juntos mais 830 novos empregos.

Veja também

Testemunhas disseram que teriam sido três aviões; FAB apura informações

Últimas notícias