As doses da que não foram lançadas na rede do SUS (Sistema Único de Saúde) por conta de problemas na atualização do sistema, em , estão sendo lançadas de forma retroativa. Desde o início de julho, toda a população que iniciou o esquema vacinal com o imunizante e se enquadra para receber a 3º dose (segundo reforço) tem a sua dose lançada no sistema.

A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa da (Secretaria Municipal de Saúde). Antes da adequação do sistema, as equipes das unidades de saúde aplicavam o imunizante e anotavam as informações dos pacientes para que – assim que o sistema da prefeitura estivesse atualizado – fosse feito o lançamento.

Em relação ao público alvo, a pasta informou que um total de 46.015 pessoas que iniciaram o esquema vacinal com este imunizante em Campo Grande. Entretanto, ele foi liberado para ser aplicado também como D2 de outras vacinas e como reforço, para a vacinação heteróloga.

Sendo assim, a gestão informou que não é possível estimar com precisão qual o público que está apto para receber o segundo reforço, uma vez que o sistema onde as doses são lançadas está passando, neste momento, por atualização com a finalidade de conseguir justamente diferenciar estes públicos.

Entende o ocorrido

A aplicação da 3º e 4º dose do imunizante Janssen em foi liberada no dia 20 junho. No dia seguinte, moradores que procuraram as unidades de saúde em Campo Grande relataram que não tiveram a vacina registrada de imediato no sistema SUS.

Quem pode tomar a dose de reforço da Janssen?

Imunizante que era considerado de dose única, a Janssen teve liberação de segunda dose ainda no ano em Mato Grosso do Sul.

As orientações do Ministério da Saúde para quem tomou a vacina Janssen são as seguintes:

  • Pessoas com idade entre 18 e 39 anos devem receber a 3ª dose quatro meses após a 2ª dose (de reforço)
  • Pessoas com 40 anos ou mais podem receber a 4ª dose quatro meses após a 3ª dose (segundo reforço)