A história do Aquário do Pantanal terá um final feliz após 11 anos do início das obras, em maio de 2011, quando, na próxima segunda-feira (28) acontece a inauguração do centro turístico e de pesquisa emblemático de Campo Grande, às 9h. 

Segundo o atual secretário de Infraestrutura e pré-candidato do PSDB ao governo de Mato Grosso do Sul, Eduardo Riedel, após a inauguração começarão a ser marcadas as visitações institucionais. “Vai inaugurar, mas não é aberto ao público. Não vai abrir o portão e ir entrando quem quiser”, explicou ele, durante a última vistoria técnica com o GTI (Grupo de Trabalho Interinstitucional), formado em 2019.

Segundo o secretário, após essa primeira leva de visitas é que a sociedade vai ter a oportunidade de fazer visitas guiadas, conforme agendamento. Mais detalhes sobre as visitações e abertura ao público serão dados na inauguração. 

Foto: Divulgação

Desde 2019, quando o atual governo assumiu as obras do local, foram 13 contratos cumpridos sob supervisão do GTI formado por representantes do Governo do Estado, Alems (Assembleia Legislativa), TJMS (Tribunal de Justiça de MS), TCE (Tribunal de Contas do Estado), MPE (Ministério Público Estadual), OAB/MS (Ordem dos Advogados do Brasil de MS) e PGE (Procuradoria Geral do Estado).

Era 14 de abril de 2011 quando a primeira ordem de serviço para construção do Aquário do Pantanal foi assinada. Passados 11 anos, a promessa de pôr em pé o atrativo turístico e polo de pesquisas científicas enfrentou paralisações, problemas estruturais e operações policiais. Foram aplicados mais de R$ 200 milhões de dinheiro público.

Infraestrutura

Com aproximadamente 19 mil m² de área construída, o Aquário contará com 33 tanques, sendo 23 internos e 8 externos, além de 1 tanque de abastecimento e 1 tanque de descarte de efluentes, totalizando um volume de 5 milhões de litros de água. O Aquário do Pantanal tem custo final de R$ 230 milhões (valor previsto em setembro de 2021).

O local servirá de moradia para mais de 230 espécies de animais da fauna sul-mato-grossense e também de outros cantos do mundo. Além dos cardumes do Pantanal e da região de Bonito, vão viver no Aquário, bichos de cinco continentes: Europa, África, América (Amazônia), Ásia e Oceania.

Foto: Edemir Rodrigues

Gestão

O Grupo Cataratas iria administrar o local, mas desistiu amigavelmente do contrato de concessão no modelo PPP (Parceria Público Privada). Com isso, o Governo do Estado é quem vai assumir a gestão temporária do Aquário do Pantanal. Conforme Riedel, posteriormente será analisado se o governo continuará na administração.

O secretário Jaime Verruck,  da Semagro, explicou que o Grupo Cataratas alegou motivação estratégica. Verruck reforçou que um grupo de trabalho já está trabalhando na operacionalização do Aquário.

Coincidência?

Por coincidência ou não, a inauguração do Aquário do Pantanal acontece no mesmo dia que a estreia da novela de quase mesmo nome: ‘Pantanal’, dia 28 de março. A novela é a maior e principal aposta da Rede Globo nos últimos tempos e promete retratar as belezas da fauna e flora do bioma sul-mato-grossense.