Os apoiadores do atual presidente (PL), seguem com as manifestações na , em frente ao CMO (Comando Militar do Oeste). O ato segue pelo 6º dia com previsão de ter ‘vigília pela liberdade' prevista para acontecer neste sábado (5).

A avenida segue com duas pistas liberadas, sendo uma para os veículos de passeio e a outra exclusiva para e táxis. Pela manhã não havia concentração intensa e duas viaturas da Polícia Militar seguem no local.

As manifestações acontecem por causa do resultado das eleições presidenciais, pois Jair Bolsonaro (PL) não foi reeleito e Lula (PT) venceu com 50,9% dos votos.

Quanto aos trechos bloqueados em rodovias federais, a PRF (Polícia Rodoviária Federal) informou que não há interdições desde a noite de quarta-feira (2), em Mato Grosso do Sul, porém, o monitoramento continua.

Programação

De acordo com os manifestantes, a concentração não tem previsão de enceramento. Uma programação divulgada via WhatsApp planeja o ato até o próximo domingo (6). Recado também diz sobre “Vigília da Liberdade” e é pedido que os manifestantes fiquem “pelo menos um período por dia”. Neste sábado (5), os atos devem começar a partir das 10 horas.