“Neste período, os serviços não foram suspensos e os municípios fizeram o controle por meio do preenchimento de fichas manuais. Então, a partir de hoje, o dia será de grande mobilização entre os municípios de Mato Grosso do Sul, no sentido de digitarem seus casos, na plataforma federal”, esclarece Geraldo Resende.

A reitera que o ataque aos sistemas do Ministério da Saúde interferiu diretamente nos registros e controle de informações em nível estadual e municipal e, por isso, comprometeu a publicação de novos boletins. Assim, as atualizações feitas pelos municípios se referem ao represamento de informações desde o incidente de ocorrido no último dia 10 de dezembro.

A SES ainda informa que aguarda manifestação do Ministério da Saúde quanto ao restabelecimento da conexão com os bancos de dados federais como o ConecteSUS e o Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SI-PNI) – que permanece fora do ar, com os quais será possível retomar a publicação de novos boletins.

Saiba Mais