Cotidiano

Saúde de MS espera receber vacinas da Janssen em 15 dias para aplicação da D2

Estado precisa de 237 mil doses de vacina para imunizar a população

Mylena Rocha e Renata Volpe Publicado em 19/11/2021, às 12h11

Enquanto o resto da população em geral deve receber a 3ª dose, os vacinados com a Janssen recebem uma 2ª dose e só depois receberão a dose de reforço.
Enquanto o resto da população em geral deve receber a 3ª dose, os vacinados com a Janssen recebem uma 2ª dose e só depois receberão a dose de reforço. - Leonardo de França/Midiamax

Enquanto a população em geral já começa a receber a 3ª dose da vacina contra o coronavírus, quem foi imunizado com a dose da Janssen segue na expectativa. Acontece que, diferente do público em geral, quem foi imunizado com a vacina da Johnson&Johnson precisa de uma 2ª dose e só depois poderá tomar a dose de reforço. A expectativa de Mato Grosso do Sul é de receber novos lotes com vacinas da Janssen dentro de 15 dias. 

O secretário estadual de saúde, Geraldo Resende, comentou sobre a espera pelas doses. O Estado tinha um estoque expressivo de doses de Astrazeneca, Coronavac e Pfizer, que já estão sendo utilizadas para a dose de reforço. Contudo, MS não tinha doses de Janssen em estoque e precisa aguardar a remessa enviada pelo Ministério da Saúde. 

“Esperamos que em 15 dias as vacinas da Janssen cheguem, para que possamos fazer a dose de reforço e vencer essa resistência da população”, explicou. 

O titular da SES (Secretaria de Estado de Saúde) reforçou que há resistência das pessoas em comparecer para vacinar, o que tem atrapalhado o processo de imunização em MS. Ele reforçou que mesmo assim, o Estado vai seguir se empenhando para vacinar o máximo de pessoas possível, inclusive as crianças — caso seja aprovado. “Mato Grosso do Sul vai continuar dando show, vai ser o estado que mais vai avançar, vamos fazer todo o esforço”, ressaltou. 

Apesar do otimismo, o secretário de saúde demonstrou revolta com as pessoas que recusam a vacina por motivos políticos. “Temos uma parcela da população que não toma vacina por uma questão ideológica. Ou seja, politizaram a vacina e colocaram as vidas em risco. Não é uma liderança política aqui ou acolá que vai preservar a vida. Quem preserva a vida é a vacina no braço, mas estão negando a ciência e querem voltar à época das trevas”, exclamou. 

MS precisa de 237 mil doses da Janssen

Mato Grosso do Sul precisa de uma quantidade expressiva de doses da Janssen, já que quase a totalidade da população nas cidades de fronteira foi imunizada com a vacina. Em julho, foi realizado o estudo de imunização em massa e toda a população em 13 cidades de fronteira teve oportunidade de se vacinar com a Janssen. 

Na época, o Estado recebeu 165 mil doses a mais. Depois, as doses remanescentes ainda foram redistribuídas a outros municípios de Mato Grosso do Sul. “Estamos aguardando chegar um informe técnico do Ministério da Saúde, precisamos de um total de 237 mil doses de vacina Janssen, que precisamos para fazer a segunda dose”.

Vacinados com Janssen recebem mais duas doses

Para quem ainda não entendeu como irá funcionar, é importante ficar atento. A vacina da Janssen era de dose única, porém notou-se a necessidade de uma segunda dose, conforme o Ministério da Saúde. Ou seja, enquanto o resto da população em geral deve receber a 3ª dose, os vacinados com a Janssen recebem uma 2ª dose e só depois receberão a dose de reforço. 

Depois de receber a 2ª dose, é preciso aguardar quatro meses para receber a dose de reforço, também conhecida como a 3ª dose. Enquanto o calendário já começou a chamar pessoas a partir de 57 anos para a dose de reforço, para quem foi imunizado com a Janssen só resta esperar. 

Jornal Midiamax