Cotidiano

Pandemia forçou imersão tecnológica e fez procura pelo setor de TI crescer exponencialmente

Necessidade de automatizar atividades e solucionar as demandas fez setor ficar em evidência

Fábio Oruê Publicado em 01/05/2021, às 12h44

Setor registrou crescimento da demanda e nas contratações
Setor registrou crescimento da demanda e nas contratações - Foto: Divulgação

Ensino remoto, aula virtual e homeoffice foram termos agregados ao vocabulário da população, que não teve saída após o início da pandemia do coronavírus, que fez o mundo quase parar totalmente. Só não o fez por conta da tecnologia, que permitiu que a pessoas se adaptassem e continuassem suas rotinas. 

Até aqueles que não estavam tão antenados com o celular e computador tiveram que aprender a lidar. Com esse aumento no uso dos recursos tecnológicos, o setor de Tecnologia da Informação (TI) também sentiu o impacto no crescimento da procura pelos serviços de informática. 

A necessidade de automatizar atividades e solucionar as demandas impostas pela pandemia criou um novo ‘boom’ de contratações no setor. Segundo pesquisa do LinkedIn, o setor criou 20% das vagas remotas nas áreas mais procuradas em 2020.

Conforme a plataforma, a cada cinco postos criados entre as 15 categorias de emprego mais promissoras, um deles é preenchido pelo setor de Tecnologia da Informação.

Pessoas passaram a usar bem mais os aplicativos, principalmente os de delivery, na pandemia. (Foto: Arquivo/ Jornal Midiamax)

De acordo com o proprietário da empresa de desenvolvimento de aplicativos Jera, Jefferson Moreira, o time de desenvolvedores do local aumentou 70% por conta da demanda.

"As solicitaçãos de novos projetos, aumentou muito além do que podemos atender", contou ele ao Jornal Midiamax

Moreira disse que atende até empresas de outros países, como Estados Unidos, França, Inglaterra, Alemanha e Portugal, e que notou que o aumento de pedidos está sendo maior em 2021 do que foi em 2020.

"Todos os ramos dependem de tecnologia. A pandemia mostrou que a tecnologia é obrigatória para a entrega de valor para o cliente final", opinou ele. 

Jornal Midiamax