Incêndio de grandes proporções próximo da aldeia indígena Laranjeira Ñanderu em Rio Brilhante, a 165 km de Campo Grande, na noite desta segunda-feira (20). O Corpo de Bombeiros foi acionado ao local.

Em 2018, A Justiça Federal confirmou o direito do povo guarani kaiowá de se manter na posse da reserva legal da área. Na decisão, proprietário de uma fazenda próxima ficou proibido de impedir a entrada de equipes da Funai (Fundação Nacional do Índio) e Funasa (Fundação Nacional de Saúde).

Na época, ambém ficou determinado que os indígenas não podem ultrapassar limites da área de mata. A multa diária pelo descumprimento da ordem judicial, em ambos os casos, é de R$ 10 mil.