Cotidiano

Imunizados com a Oxford em MS terão 2ª dose somente com nova remessa do imunizante

Nesta segunda-feira (25), começaram a ser distribuídas em MS as 22 mil vacinas de Oxford, contra o coronavírus.

Dândara Genelhú Publicado em 25/01/2021, às 16h27 - Atualizado às 19h16

Foto: Reprodução.
Foto: Reprodução. - Foto: Reprodução.

Nesta segunda-feira (25), começaram a ser distribuídas em Mato Grosso do Sul as vacinas de Oxford, contra o coronavírus. O primeiro carregamento recebido pelo Estado garante a imunização de 22 mil pessoas. A segunda dose do imunizante será aplicada nestes cidadãos apenas quando outro lote de vacinas chegar em MS.

Isto porque, mesmo sendo necessárias duas doses, o intervalo entre elas é maior que a Coronavac. Lembrando que o nome do imunizante é Covishield. A vacina foi desenvolvida em parceria pela Universidade de Oxford e a farmacêutica britânica AstraZeneca.

De acordo com a SES (Secretaria de Estado de Saúde), a partir do momento em que o cidadão receber a primeira dose, este possui até 12 semanas para receber o reforço da vacina. Assim, o imunizante será completo no organismo da pessoa vacinada.

Então, as 22 mil doses da Covishield são o total de vacinas enviadas pelo Ministério da Saúde. Ao Jornal Midiamax, a Secretaria informou que os municípios só irão utilizar as doses da Oxford, após fazerem o uso de todas as vacinas da Coronavac.

É importante lembrar que no MS, a Coronavac está sendo aplicada com reserva da segunda dose. Ou seja, das 10,2 mil novas doses que o Estado deve receber, 5,1 mil pessoas serão imunizadas.

Jornal Midiamax