Cotidiano

Dourados anuncia volta das aulas presenciais da Reme no dia 16

Responsável pelo aluno precisa assinar o termo de retorno, que define o formato de ensino, que também pode ser remoto

Marcos Morandi Publicado em 05/08/2021, às 06h55

Salas foram preparadas com medidas de biossegurança, segundo a Semed
Salas foram preparadas com medidas de biossegurança, segundo a Semed - Divulgação

As aulas presenciais da Reme (Rede Municipal de Ensino) voltam no dia 16 de agosto. A data foi definida pela Prefeitura de Dourados através da Semed (Secretaria Municipal de Educação). Entretanto, existe a opção pela permanência do modelo remoto, que consta de um termo que os pais ou responsáveis devem assinar.

As 85 instituições da Reme (Rede Municipal de Ensino), sendo 46 escolas e 39 Ceims (Centros de Educação Infantil Municipal), estão abertas para a receber a visita dos pais. Esse processo é necessário para que o responsável possa conhecer a instituição e as mudanças que foram realizadas para a retomada presencial das aulas.

“Os pais precisam ligar na escola em que o filho está matriculado e agendar sua visita. Com isso, nós iremos apresentar a escola, as mudanças e os responsáveis assinarão um termo de compromisso que define se a criança irá retomar para o ensino presencial ou não”, reforçou a secretária de Educação, Ana Paula Benitez Fernandes.

Esta semana será voltada para a acolhida aos pais, para que possam tirar dúvidas de como funcionará o ensino presencial e definir se o aluno continuará de forma remota ou não. “Nós precisamos que o pai colabore com a instituição e assine o termo que define em que modelo o aluno seguirá o ano letivo, para definir quantas crianças estão em sala e outros critérios”, ressaltou Ana Paula.

Portanto, a decisão de continuar no ensino remoto ou voltar às aulas presenciais será dos responsáveis pela criança. Para a instituição, é importante que o termo seja assinado, pois só assim será definida a forma que o ensino híbrido será realizado.

Jornal Midiamax