Cotidiano

Casas de indígenas são incendiadas pela 3ª vez em uma semana em Dourados

Último ataque aconteceu na manhã desta segunda-feira (6), à luz do dia. Seguranças privados são suspeitos.

Lucas Mamédio Publicado em 06/09/2021, às 22h40

Casa de família indígena após ser incendiada
Casa de família indígena após ser incendiada - (Foto: Reprodução)

Desde a semana passada, segundo o CIMI (Conselho Indigenista Missionário) pelo menos três casas do povo Guarani Kaiowá foram queimadas por seguranças privados de fazendeiros no tekoha Avae’te, em Dourados (MS). O ataque mais recente ocorreu nesta  segunda-feira (6), por volta das 11h da manhã, quando os suspeitos atearam fogo à casa de uma família. Segundo relatos dos indígenas, os ataques na área são constantes e se intensificaram nos últimos dias.

Um vídeo gravado pelos Guarani Kaiowá na manhã de hoje mostra o momento exato em que os seguranças privados ateiam fogo à casa. Eles estavam em duas caminhonetes e, segundo os indígenas, antes de queimar a casa, haviam efetuado disparos de arma de fogo.

Enquanto isso, os homens da caminhonete preta dão cobertura – segundo os indígenas, esta seria a caminhonete do “atirador”. Sem demonstrar nenhum constrangimento pelo fato de estarem sendo filmados, eles impedem que os Guarani Kaiowá se aproximem da casa, que rapidamente arde em chamas. Antes de ir embora, contudo, garantem que retornarão à noite para destruir o resto das casas.

Desde a semana passada, esta já é a terceira casa queimada no tekoha Avae’te. Na terça-feira passada (31), outra casa foi queimada pelos seguranças no local; o ato de violência se repetiu também no sábado (4), quando uma segunda casa foi queimada.

Veja o vídeo:

Jornal Midiamax