Cotidiano

Após vendaval causar destruições, Sidrolândia entra em estado de calamidade pública

Decreto de calamidade aprovado pela Alems é válido por 180 dias

Fábio Oruê Publicado em 25/11/2021, às 17h20

Vendaval destelhou casas e deixou rastro de destruição
Vendaval destelhou casas e deixou rastro de destruição - Foto: Reprodução/ Região News

O município de Sidrolândia entrou em estado de calamidade pública com a aprovação do Projeto de Decreto Legislativo nº 53/2021, divulgado pela Alems (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul), nesta quinta-feira (25).

O pedido foi realizado após vendaval que atingiu a cidade no dia 15 de outubro, com destruição de tetos de residências, muros e comércios, além de queda de árvores e falta de energia. A matéria foi analisada pela CCJR (Comissão de Constituição, Justiça e Redação) e aprovada em plenário. 

O decreto tem prazo máximo de 180 dias, após entrar em vigor, nesta quinta. A tempestade de areia também atingiu Sidrolândia naquela sexta-feira, 15 de outubro. 

Com a aprovação, a administração do município pode fazer movimentações a fim de recuperar os prejuízos e danos causados pelo fenômeno. Segundo o decretro, caberá ao Tribunal de Contas e à Câmara Municipal o controle e a fiscalização dos atos praticados enquanto perdurar o estado de calamidade pública.

Jornal Midiamax