Cotidiano

Ano letivo de 2020 é concluído com mais de 2 mil graduados na UFMS

De 13 a 22 de janeiro foram realizadas cerimônias virtuais de colação de grau para conceder os títulos de graduação a formandos de todas as faculdades, institutos, câmpus e escola da Instituição. A UFMS é uma das três universidades federais que concluíram o ano letivo de 2020, cumprindo assim a missão de desenvolver e socializar […]

Diego Alves Publicado em 30/01/2021, às 00h39

Universidade Federal de MS. (Foto ilustrativa | Divulgação)
Universidade Federal de MS. (Foto ilustrativa | Divulgação) - Universidade Federal de MS. (Foto ilustrativa | Divulgação)

De 13 a 22 de janeiro foram realizadas cerimônias virtuais de colação de grau para conceder os títulos de graduação a formandos de todas as faculdades, institutos, câmpus e escola da Instituição. A UFMS é uma das três universidades federais que concluíram o ano letivo de 2020, cumprindo assim a missão de desenvolver e socializar o conhecimento e formar profissionais qualificados, mesmo em tempos de pandemia.

“O sonho da formatura foi permitido, e somos uma das únicas três universidades federais do país que conseguiu terminar o ano letivo seguindo o calendário, numa ação muito ousada, questionada por muitos lá em março do ano passado, de manter o ensino remoto de emergência, garantindo a segurança física e agora a satisfação que vimos estampada nos formandos, de serem os novos profissionais qualificados, para cumprirem a missão UFMS de transformação da sociedade e o crescimento sustentável do país”, declarou o reitor Marcelo Turine.

Cerca de 2.300 novos profissionais foram entregues à sociedade, após finalizarem os cursos de graduação em 2020 – somente as solenidades realizadas nas últimas duas semanas contabilizaram 1.203 estudantes graduados, agora egressos da Universidade. Se somar este número com o número de concluintes dos cursos de pós-graduação, são 3.500 recém-formados.

A UFMS não parou um só dia em 2020 e de forma incansável buscou alternativas para continuar suas atividades acadêmicas e administrativas, se preocupando com os dois direitos fundamentais: a Educação e a Saúde. Foi um esforço de toda a comunidade universitária: funcionários terceirizados, técnicos-administrativos, professores, gestores e estudantes. Todos se uniram para superar as dificuldades impostas pela Covid-19 a nível mundial. “É uma emoção muito grande fazer parte dessa trajetória da Universidade, consolidando seu importante papel nesse cenário desafiador da maior pandemia global já vivenciada pela nossa sociedade”, afirma Turine.

Ao celebrar este importante marco, o reitor também relembrou a história da Universidade. “Desde a sua federalização, em 1979, a UFMS alcançou o expressivo número de 59.922 profissionais qualificados em 41 anos. E pensar que a primeira turma de formados, em 1980, reuniu 174 egressos dos cursos de Farmácia, Medicina, Medicina Veterinária, Odontologia, Engenharia Civil e Educação Física. Se contarmos desde o início, em 1962, antes da federalização, superamos a marca de 68 mil egressos”, comenta.

Conforme faz em todas as colações de grau que preside, Turine elogiou os mais novos egressos e fez votos de sucesso. “Muito orgulho de ser UFMS e contribuir para o desenvolvimento do nosso estado, do nosso país e do mundo. Parabéns a todos que constroem essa linda história da educação superior. Parabéns a todos os nossos ex-alunos, que levem sempre o nome da nossa Universidade”. (Informações da assessoria)

Jornal Midiamax