Cotidiano

Quente e úmido, Verão começa com chuva em Campo Grande nesta segunda

“Tá chovendo aí?” Porque em diversos bairros de Campo Grande a chuva já apareceu para dar olá ao Verão que inicia nesta segunda-feira (21). Apesar disso a humidade deve manter as temperaturas altas na cidade. De acordo com o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), o dia deve ser quente na Capital, com máximas de até […]

Gabriel Neves Publicado em 21/12/2020, às 11h30 - Atualizado às 11h42

(Foto: Henrique Arakaki/Reprodução)
(Foto: Henrique Arakaki/Reprodução) - (Foto: Henrique Arakaki/Reprodução)

“Tá chovendo aí?” Porque em diversos bairros de Campo Grande a chuva já apareceu para dar olá ao Verão que inicia nesta segunda-feira (21). Apesar disso a humidade deve manter as temperaturas altas na cidade.

De acordo com o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), o dia deve ser quente na Capital, com máximas de até 34°. A chuva também deve ocorrer nos três períodos do dia.

Conforme o Cemtec (Centro de Monitoramento do Tempo e Clima), há previsão de tempo fechado em todo o Mato Grosso do Sul nesta semana e as pancadas de chuva mais significativas e generalizadas são esperadas para MS a partir de quarta (23).

Quente e úmido, Verão começa com chuva em Campo Grande nesta segunda
Nuvens de chuva se formando na região do Aeroporto de Campo Grande. (Foto: Henrique Arakaki/Midiamax)

A concentração de chuva ficará sobre a região do bolsão, onde são esperados até 80 milímetros acumulados e nas demais áreas em até 50 milímetros em todo período.

Na semana seguinte, a última do ano, as chuvas continuam a ocorrer no MS de forma frequente e com volumes maiores se comparados ao primeiro período.

“É necessário atenção por parte da população a problemas urbanos como alagamentos e enxurradas. A concentração poderá estar na parte leste do MS onde são esperadas até 100 milímetros e nas demais áreas em até 50 milímetros em todo período”, alertou o Cemtec.

La Niña

O prognóstico divulgado pelo Cemtec,com informações do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), para Mato Grosso do Sul aponta que o verão é a estação mais chuvosa do ano no Estado e que mesmo com a presença do fenômeno La Niña, MS não deve sentir tanto os efeitos de estiagem.

“A quantidade de chuvas que ocorrem nessa época do ano trazem velhos e conhecidos problemas urbanos como alagamentos locais e enxurradas temporárias. Este ano, até pode ocorrer, mas a probabilidade é menor do comparado a anos anteriores. Isso porque é esperado que as chuvas fiquem abaixo da média no setor sudoeste, dentro da média na região central e ligeiramente (ou pouquinho) acima da média nas demais áreas, ou seja, espera-se chuva mais calmas e com acumulados que não causem problemas a população”.

Jornal Midiamax