Cotidiano

Trecho da trilha aquática da Rota dos Pioneiros é sinalizada no Rio Ivinhema

A Rota dos Pioneiros, trecho localizado dentro da área do Parque Estadual das Várzeas do Rio Ivinhema, está recebendo sinalização rústica de 61 km de sua trilha aquática. “A sinalização desse trecho da Rota dos Pioneiros permite o desenvolvimento de ações para incrementar o turismo na região”, comenta o secretário adjunto da Semagro (Secretaria de […]

Fábio Oruê Publicado em 05/10/2020, às 17h17

Trilha é muito usada por observadores (Imagem: Divulgação)
Trilha é muito usada por observadores (Imagem: Divulgação) - Trilha é muito usada por observadores (Imagem: Divulgação)

A Rota dos Pioneiros, trecho localizado dentro da área do Parque Estadual das Várzeas do Rio Ivinhema, está recebendo sinalização rústica de 61 km de sua trilha aquática.

“A sinalização desse trecho da Rota dos Pioneiros permite o desenvolvimento de ações para incrementar o turismo na região”, comenta o secretário adjunto da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), Ricardo Senna.

A Rota dos Pioneiros é uma trilha de longo curso (com cerca de 400 quilômetros), que deve conectar as unidades de conservação do rio Paraná e de seus afluentes, como o rio Ivinhema – que dá nome ao Parque Estadual das Várzeas do Rio Ivinhema. No Interior do Parque, são 61 km de trilha, passando pelos rios Baia (4km), Curutuba (26km) e Ivinhema (31km).

Até o momento, foram sinalizados 29 km do trecho da trilha dentro do Parque. O trabalho foi retomado pelo Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul) no final de setembro e vai conectar o Parque Estadual ao Porto Natal, município de Querência do Norte-PR.

De acordo com Reginaldo de Oliveira, gestor do Parque Estadual das Várzeas do Rio Ivinhema, “o trabalho de sinalização conta com o apoio de voluntários e havia sido interrompido por conta da pandemia da Covid-19. Ele foi retomado com as devidas medidas sanitárias com o intuito de motivar as outras regiões por onde a trilha passa a realizar o mesmo trabalho. Apesar dessa movimentação, o Parque permanece fechado, assim como as demais unidades e conservação estaduais”, comenta ele.

Trecho da trilha aquática da Rota dos Pioneiros é sinalizada no Rio Ivinhema
(Imagem: Divulgação)

Este trecho da trilha já é utilizado comercialmente com passeios de caiaque tendo como início o Parque Estadual das Várzeas. Nele, o visitante passa por ilhas e canais em uma região rica em biodiversidade e vegetação exuberante.

É possível observar jacarés, bugios e capivaras ao longo da trilha aquática, sendo comum também encontrar o cervo-do-pantanal. Para os praticantes da observação de aves, o trecho oferece a possibilidade de encontrar algumas das 303 espécies presentes na Unidade de conservação estadual administrada.

Rota dos Pioneiros

A Rota dos pioneiros é dividida em 3 regiões: rio Paranapanema, conectando o Parque Estadual do Morro do Diabo e a Estação Ecológica do Caiuá, rio Paraná conectando a Estação Ecológica do Caiuá ao Parque Nacional de Ilha Grande, passando pelo Parque Estadual das Várzeas do Rio Ivinhema – região que está sendo implantada nesta primeira etapa – e, finalmente, o lago de Itaipu, conectando o Parque Nacional de Ilha Grande ao Parque Nacional do Iguaçu.

Jornal Midiamax