Cotidiano

Novos diretores de escola indígena em Dourados são impedidos de trabalhar

Os novos diretores da escola municipal indígena Araporã, Adriana Silva de Jesus e Alison Benites Rodrigues foram impedidos de entrar na unidade escolar, que fica localizada na Aldeia Bororó. Segundo Alison, escolhido como diretor-adjunto, os dois  venceram as eleições, mas não conseguem assumir as funções em decorrência de divergências políticas de grupos que saíram derrotados […]

Marcos Morandi Publicado em 04/02/2020, às 11h26 - Atualizado às 17h03

Barricada com galhos foi montada para impedir o acesso à unidade. (Foto: Indígena FM).
Barricada com galhos foi montada para impedir o acesso à unidade. (Foto: Indígena FM). - Barricada com galhos foi montada para impedir o acesso à unidade. (Foto: Indígena FM).

Os novos diretores da escola municipal indígena Araporã, Adriana Silva de Jesus e Alison Benites Rodrigues foram impedidos de entrar na unidade escolar, que fica localizada na Aldeia Bororó.

Segundo Alison, escolhido como diretor-adjunto, os dois  venceram as eleições, mas não conseguem assumir as funções em decorrência de divergências políticas de grupos que saíram derrotados e não reconhecem o resultado da votação.

Durante a ocorrência, foi registrado que na última segunda-feira foi montado bloqueio na entrada da unidade, impedindo o acesso dos diretores eleitos, de professores e funcionários administrativo.

A Semed (Secretaria Municipal de Educação) informou que o caso já foi comunicado ao MPF (Ministério Público Federal) para as providências cabíveis e que a Polícia Civil também investiga o caso.

Jornal Midiamax