Cotidiano

Com 392 positivos, MS tem mais doentes que curados e ultrapassa 4,6 mil casos de Covid-MS

O boletim epidemiológico do novo coronavírus desta sexta-feira (19) apresentou 392 novas confirmações de Covid-19 em MS, elevando o total de casos para 4.666. O aumento de 9,2% no total indica que a curva continua exponencial. De acordo com a SES (Secretaria de Estado de Saúde), o número significativo, que seria o recorde de positivos até […]

Guilherme Cavalcante Publicado em 19/06/2020, às 11h53 - Atualizado às 15h59

Foto: SES | Reprodução
Foto: SES | Reprodução - Foto: SES | Reprodução

O boletim epidemiológico do novo coronavírus desta sexta-feira (19) apresentou 392 novas confirmações de Covid-19 em MS, elevando o total de casos para 4.666. O aumento de 9,2% no total indica que a curva continua exponencial.

De acordo com a SES (Secretaria de Estado de Saúde), o número significativo, que seria o recorde de positivos até o momento, tem a interferência de uma pane nas bases de dados que só possibilitou coleta de dados de um intervalo de 17 horas entre a quarta (17) e a quinta-feira (18). Assim, o boletim desta sexta-feira traz não só os dados das 19h da quarta até às 19h de ontem, como de 7h da quarta-feira.

O boletim traz 28.325 notificações de Covid-19, das quais 20.865 foram descartadas e 4.666 confirmadas, com 1.428 amostras em análise no Lacen-MS (Laboratório Central de MS) e 1.365 casos que aguardam encerramento no sistema pelas prefeituras municipais.

Novos casos

As 392 confirmações estão em Dourados (158), Campo Grande (99), Paranaíba (17), Douradina (14), Chapadão do Sul (12), Corumbá (10), Rio Brilhante (8), Fátima do Sul e Três Lagoas (7, cada) e Itaporã (5), seguidos por Bataguassu, Naviraí e Ponta Porã (5, cada), Costa Rica, São Gabriel do Oeste e Sonora (4, cada), Deodápolis, Jardim e Rochedo (3, cada), Bonito, Caracol, Cassilândia, Ivinhema e Ladário (1, cada).

Além destes, Bandeirantes, Coxim, Iguatemi, Itaquiraí, Laguna Carapã, Mundo Novo, Nova Andradina, Sidrolândia, Tacuru e Terenos têm um positivo, cada. Inocência e Ribas do Rio Pardo tiveram um caso retirado, cada, após retificação.

Estreiam no boletim desta sexta-feira os municípios de Bandeirantes, Laguna Carapã e Rochedo, que tiveram confirmações de residentes (com base no cadastro dos pacientes no SUS). Assim, a Covid-19 já está oficialmente em 63 dos 79 municípios, ou seja: em 80% do território de MS.

41 óbitos

O boletim também relatou o 40º óbito, ocorrido em Dourados, referente a um indígena que tinha comorbidades. Durante a transmissão ao vivo do boletim, porém, o município de Dourados confirmou a 41ª morte, referente a uma mulher de 49 anos, com comorbidades, residente no município. O óbito não entrou no boletim porque os dados são consolidados até às 10h e até aquele momento a situação não havia sido relatada.

Desta forma, com 20 mortes (19, conforme o boletim), a Macrorregião de Dourados segue na dianteira nos registros de vítimas fatais, seguida por Campo Grande (10), Três Lagoas (9) e Corumbá (2). Junho já soma 21 óbitos (20, conforme o boletim), contra 11 registrados em maio.

Pacientes internados

Pela primeira vez desde que o crescimento exponencial foi caracterizado, o boletim epidemiológico coloca casos ativos (2.336) – pessoas que ainda estão doentes – superior ao de recuperados (2.290). Entre os doentes, 2.218 estão em isolamento domiciliar e internados são 118 (mais 4 de outros estados e um boliviano, que não integram o boletim).

Entre os internados, 64 estão em leitos clínicos (53 SUS e 10 privados, mais um de SP) e 59 em leitos de UTI (28 SUS e 31 privados).

A macrorregião de Dourados também tem o maior número de internados: são 26 pacientes em leitos clínicos SUS e 16 em UTI também do SUS. Na rede privada, há 6 em leitos clínicos e 16 na UTI. Em MS, a taxa de ocupação de leitos clínicos reservados para Covid-19 está em 14%, contra 20% das UTI, também públicos.

Clique AQUI para conferir o boletim epidemiológico na íntegra.

Jornal Midiamax