Cotidiano

Dourados registra mais um óbito e MS soma 41 mortes por Covid-19

Mato Grosso do Sul chegou ao seu 41° registro de morte pela Covid-19, o novo coronavírus. Desta vez, uma mulher de 49 anos, que estava na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) não resistiu ao vírus e faleceu nesta sexta-feira (19) em Dourados, a 222 km de Campo Grande. De acordo com informações do comitê de […]

Mariane Chianezi Publicado em 19/06/2020, às 11h33 - Atualizado às 12h59

(Foto: Franz Mendes).
(Foto: Franz Mendes). - (Foto: Franz Mendes).

Mato Grosso do Sul chegou ao seu 41° registro de morte pela Covid-19, o novo coronavírus. Desta vez, uma mulher de 49 anos, que estava na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) não resistiu ao vírus e faleceu nesta sexta-feira (19) em Dourados, a 222 km de Campo Grande.

De acordo com informações do comitê de saúde do Município em questão, a morte foi relatada nesta sexta-feira após às 10h e por isso ainda não deverá integrar ao boletim epidemiológico da SES (Secretaria Estadual de Saúde).

Posteriormente, a SES confirmou o óbito e relatou que vítima internada desde 10 de junho com sintomas de SRAG (Síndrome Respiratória Aguda Grave) no Hospital da Vida, em Dourados. O exame positivo para Covid-19 saiu nesta quinta-feira (18) e a paciente faleceu na manhã desta sexta-feira (19). Ela sofria de Doença Renal Crônica, Hipertensão, Diabetes e Insuficiência Cardíaca Crônica.

Também nesta sexta-feira, o estado registrou a primeira morte de indígena em decorrência da doença. Evaristo Garcete, de 59 anos vivia na Reserva Indígena de Dourados. O óbito foi confirmado pela SES e aconteceu nesta quinta-feira (18).

Evaristo tinha diabetes e estava internado desde o dia 07 de junho no Hospital Evangélico. Ele pertencia a etnia Guarani Kaiowa e é a terceira morte registrada na cidade em apenas um dia.

Os óbitos em MS estão distribuídos da seguinte forma: 8 óbitos em Campo Grande, 5 em Três Lagoas, 2 em Batayporã, 2 em Paranaíba, 1 em Vicentina (também ocorrido no Estado de São Paulo), 9 em Dourados, sendo 1 douradense que morreu em Tocantins, 2 óbitos de Brasilândia, 2 em Itaporã, 1 em Iguatemi, 2 em Rio Brilhante, 1 em Sidrolândia, 1 em Ponta Porã, 2 em Corumbá, 1 em Douradina, 1 em Deodápolis e 1 em Anastácio.

* Atualizada às 1hh30 para acréscimo de informações

Jornal Midiamax