Cotidiano

Acidente com ‘bife na chapa’ lidera internações de queimados na Santa Casa

Com queimaduras de segundo grau, três pessoas foram internadas na Santa Casa de Campo Grande, após a explosão da chapa. O acidente é comum e ainda lidera os casos de internação no hospital. Segundo o balanço da unidade, de janeiro a setembro deste ano, cerca de 168 pacientes deram entrada no centro de tratamento de […]

Karina Campos Publicado em 05/11/2020, às 15h38 - Atualizado em 06/11/2020, às 09h49

Maior parte dos acidentes acontece em casa. (Foto: Divulgação/Santa Casa)
Maior parte dos acidentes acontece em casa. (Foto: Divulgação/Santa Casa) - Maior parte dos acidentes acontece em casa. (Foto: Divulgação/Santa Casa)

Com queimaduras de segundo grau, três pessoas foram internadas na Santa Casa de Campo Grande, após a explosão da chapa. O acidente é comum e ainda lidera os casos de internação no hospital.

Segundo o balanço da unidade, de janeiro a setembro deste ano, cerca de 168 pacientes deram entrada no centro de tratamento de queimaduras, sendo 106 homens e 62 mulheres.

As maiores incidências são por agentes etiológicos e combustíveis, como álcool, etanol e gasolina. Ao total foram 63 pacientes. Outros casos comuns são de pessoas que acabam tendo contato direto com líquidos ou superfícies superaquecidos.

Comparado ao ano passado, o número pode ultrapassar. De janeiro a novembro de 2019, foram internadas 187 pessoas, sendo 116 homens e 71 mulheres. Destes, 74 foram produtos elíticos ou combustíveis.

Como evitar acidentes?

A maior parte dos acidentes com queimaduras acontece dentro de casa. Qual minuto de desatenção pode ser suficiente para causar os danos. O tratamento pode durar de 30 a 180 dias, conforme o tipo de queimadura. Mesmo após receber alta, o paciente precisa passar pelo ambulatório para trocar curativos e até mesmo procurar por cirurgias plásticas reparadoras.

O hospital recomenda que:

  • Após utilizar o fogão, verifique se os registros de gás estão fechados;
  • Ao utilizar o forno abra a porta, acenda o fósforo e em seguida abra o gás;
  • Não instale cortinas próximas ao fogão e não esqueça as panelas no fogo;
  • Ao cozinhar não deixe o cabo das panelas para fora;
  • Ao sentir o cheiro de gás (GPL) não risque fósforos, nem acenda a luz. Abra as portas e janelas;
  • Instale seu botijão, de gás fora da cozinha em local ventilado e com mangueira adequada;
  • Cuidado com álcool, gasolina ou removedores. Mantenha-os fora do alcance de crianças e longe de fontes de calor;
  • Apague completamente os cigarros jogados na lixeira;
  • Evite ligar vários aparelhos em uma só tomada;
  • Não deixe crianças brincar com fogo, sozinhas ou trancadas em casa;
  • Sempre desligue o ferro de passar roupa depois de usá-lo;
  • Evite consertos improvisados substituindo as tomadas defeituosas.
  • Aquecedores de água a gás devem ser instalados em local bem ventilado, com chaminés para a saída dos gases.
Jornal Midiamax