Cotidiano

Após recorde de mortes em MS, Defesa Civil faz apelo: ‘não destrua seu Natal’

Mato Grosso do Sul bateu o recorde de mortes da pandemia e a Defesa Civil fez um alerta para aqueles que estão pensando nas festas de fim de ano. Somente nas últimas 24 horas, foram registradas 31 mortes causadas pelo coronavírus, o recorde anterior havia sido registrado em agosto, com 28 mortes. Diante do pico […]

Mylena Rocha Publicado em 22/12/2020, às 11h51 - Atualizado às 11h56

Foto Ilustrativa: Marcos Ermínio/Midiamax
Foto Ilustrativa: Marcos Ermínio/Midiamax - Foto Ilustrativa: Marcos Ermínio/Midiamax

Mato Grosso do Sul bateu o recorde de mortes da pandemia e a Defesa Civil fez um alerta para aqueles que estão pensando nas festas de fim de ano. Somente nas últimas 24 horas, foram registradas 31 mortes causadas pelo coronavírus, o recorde anterior havia sido registrado em agosto, com 28 mortes. Diante do pico da pandemia, a Defesa Civil fez um apelo para os sul-mato-grossenses.

“Não destrua o seu Natal e Ano Novo, fique em casa”, foi essa a mensagem enviada por SMS aos moradores de MS. Mato Grosso do Sul chegou ao pico da pandemia e a tendência é que os números cresçam cada vez mais, se as pessoas não se cuidarem. 

A orientação das autoridades da saúde é que as ceias de Natal sejam celebradas apenas entre as pessoas que já vivem na mesma casa. Para quem sente falta de uma grande reunião de família, com irmãos, tios e primos, a recomendação é que a celebração seja feita pela internet. 

“Mais uma vez recomendo que esse Natal seja diferente. Se quiserem fazer reuniões grandes de família, façam através de vários aplicativos, plataformas disponíveis via internet, assim vocês haverão de contribuir e preservar vidas, a sua e dos familiares que você mais ama. Tenha compaixão e empatia, é se colocar no lugar dos outro, para que possamos diminuir esse crescimento e frear a doença aqui no Estado”, frisou o secretário Geraldo Resende durante live de segunda-feira (21).

Orientações para reuniões de fim de ano

A Fiocruz organizou uma cartilha com orientações para reuniões no Natal e Ano Novo. A principal orientação é ficar em casa e celebrar apenas com as pessoas que já moram juntas. Se, mesmo assim, a população quiser se reunir com mais familiares, há orientações – lembrando que mesmo assim há risco de infecção:

  • Use máscara sempre que não estiver comendo ou bebendo;
  • Tenha um saco para guardar a máscara quando estiver comendo ou bebendo e a mantenha limpa e seca entre os usos;
  • Tenha uma máscara limpa extra, para o caso de necessidade de troca (tempo de uso, umidade ou sujeira);
  • Evite aglomerações e mantenha a distância de, pelo menos, 2 metros entre os participantes;
  • Evite apertos de mão ou abraços;
  • Dê preferência a locais abertos ou bem ventilados. Evite o uso de ar-condicionado;
  • Lave as mãos com frequência durante o evento com água e sabão ou use álcool;
  • Não compartilhe objetos, como talheres ou copos;
  • Após tocar em objetos que estejam sendo compartilhados com outros convidados (ex: utensílios para servir a comida, jarras e garrafas), lave as mãos com água e sabão ou álcool.
Jornal Midiamax