Cotidiano

Termo com setor do comércio vai atuar para combater preços abusivos de máscaras e álcool em gel

Um termo de Compromisso assinado na tarde da última sexta-feira (20), firmado pelo Procon-MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor), junto à CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) e à Amas(Associação Sul-Mato-Grossense de Supermercados) vai atuar para garantir que não haja desabastecimento de mercados, bem como preços abusivos em insumos essenciais, como máscaras...

Guilherme Cavalcante Publicado em 23/03/2020, às 09h00 - Atualizado às 09h04

Foto: Marcos Ermínio | Midiamax
Foto: Marcos Ermínio | Midiamax - Foto: Marcos Ermínio | Midiamax

Um termo de Compromisso assinado na tarde da última sexta-feira (20), firmado pelo Procon-MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor), junto à CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) e à Amas(Associação Sul-Mato-Grossense de Supermercados) vai atuar para garantir que não haja desabastecimento de mercados, bem como preços abusivos em insumos essenciais, como máscaras e álcool em gel.

O termo quer proporcionar que juntos aos fornecedores sejam estipulados acordos que garantam abastecimento e insumos a preços acessíveis, apesar da grande demanda. Em relação ao álcool, ficou sob responsabilidade da AMAS orientar os supermercados. Já, a venda de máscaras,ficará sob orientação da CDL.

Na última semana, a Amas pontuou que não há risco de desabastecimento em relação a alimentos e produtos de higiene e limpeza. “O que estamos enfrentando é um atraso na reposição de alguns produtos, como álcool em gel, devido à intensa procura e aquisição nos últimos dias, porém com sinalização dos principais fabricantes referente ao aumento significativo na produção deste produto”.

Segundo a AMAS-MS, os supermercados estão operando com normalidade para atender os clientes e estão prontos para aumentar o abastecimento quando houver necessidade. A associação explica que não é necessário que a população faça estoque de alimentos e produtos de higiene.

Consumidores que precisarem ir a supermercados devem seguir as orientações de cuidados preventivos, conforme ESTE LINK.

Jornal Midiamax