Cotidiano

Surto da doença mão-pé-boca em Ceinf volta a preocupar pais de Campo Grande

Após casos de infecção da síndrome mão-pé-boca no Centro de Educação Infantil Eloy Souza da Costa no mês passado, um surto da doença tomou conta de alguns bebês do Ceinf Lageado, em Campo Grande, na última semana. A denúncia foi feita pela mãe de um aluno, de 10 meses, que acabou infectado ao frequentar a […]

Bruna Vasconcelos Publicado em 26/11/2018, às 16h06

Foto: Divulgação / SPP
Foto: Divulgação / SPP - Foto: Divulgação / SPP

Após casos de infecção da síndrome mão-pé-boca no Centro de Educação Infantil Eloy Souza da Costa no mês passado, um surto da doença tomou conta de alguns bebês do Ceinf Lageado, em Campo Grande, na última semana.

A denúncia foi feita pela mãe de um aluno, de 10 meses, que acabou infectado ao frequentar a creche. A mulher, que não quis se identificar, garantiu que na sala do filho há pelo menos 5 casos registrados.
A preocupação maior, de acordo com a mãe, é que as outras responsáveis pelas crianças doentes não teriam onde deixar os filhos e as crianças continuariam a frequentar a creche.

“Tem gente que não tem onde deixar o filho e isso faz com que outras crianças peguem a doença. Meu bebê foi um dos infectados na escolinha,” desabafou a mulher.

Por meio de assessoria de imprensa, a Semed informou que “a Unidade está sendo desinfectada desde a semana passada e a direção está orientando os pais de crianças que apresentam os sintomas a procurarem atendimento médico na Unidade próxima ao Ceinf.”

Doença

De acordo com o portal Tua Saúde, a doença mão-pé-boca é uma doença altamente contagiosa que ocorre mais frequentemente em crianças com menos de 5 anos e é causada por um vírus transmitido através de alimentos ou objetos contaminados.

Os sintomas da síndrome mão-pé-boca, geralmente, aparecem depois de 3 a 7 dias após a infecção pelo vírus e incluem:

• Febre acima dos 38ºC;
• Dor de garganta;
• Dificuldade para engolir;
• Muita salivação;
• Vômito;
• Mal-estar;
• Diarréia;
• Falta de apetite;
• Dor de cabeça;
• Aparecimento de manchas ou bolhas vermelhas nas mãos e nos pés e de aftas na boca 2 a 3 dias após o surgimento da febre.

Jornal Midiamax