Cotidiano

SED anuncia revitalização de 11 escolas em tempo integral no Estado

Onze escolas em tempo integral passarão por reformas substanciais em Mato Grosso do Sul. As revitalizações – dentre as quais algumas já foram entregues – atenderão a necessidade de criar infraestrutura para o ensino integral, dentro do programa Escola da Autoria, no qual o estudante passa dois turnos em ambiente escolar. Em MS, 16 escolas […]

Guilherme Cavalcante Publicado em 13/11/2018, às 13h44 - Atualizado às 17h35

(Foto: Marcos Ermínio | Midiamax)
(Foto: Marcos Ermínio | Midiamax) - (Foto: Marcos Ermínio | Midiamax)

Onze escolas em tempo integral passarão por reformas substanciais em Mato Grosso do Sul. As revitalizações – dentre as quais algumas já foram entregues – atenderão a necessidade de criar infraestrutura para o ensino integral, dentro do programa Escola da Autoria, no qual o estudante passa dois turnos em ambiente escolar.

Em MS, 16 escolas já promovem esta metodologia de ensino e para 2019, mais 8 deverão contar com ensino estendido, de acordo com a SED (Secretaria de Estado de Educação).

“Algumas delas já foram entregues e outras ainda serão iniciadas. São adequações que precisam ser feitas porque os estudantes passam o dia lá. Então, tem que ter uma boa estrutura”, conta a secretária Maria Cecília Mota.

Nesta terça-feira (13), duas escolas em tempo integral da Capital receberam visita do ministro da Educação, Rossieli Soares, que anunciou na ocasião o PNME, o Centro de Mídias criado para facilitar a implantação do ‘Novo Ensino Médio’. As 16 escolas de ensino médio em tempo integral já contam com o programa.

As duas escolas visitadas pelo ministro são de tempo integral. A primeira delas, Escola de Ensino Médio Lúcia Martins Coelho, tem 260 alunos matriculados e receberá mais de R$ 2,9 milhões para a reforma, dos quais R$ 2,1 milhões são exclusivos do Governo do Estado.

Já a EE José Barbosa Rodrigues, cujas obras de revitalização começaram em novembro do ano passado, recebeu R$ 1,4 milhão, sendo R$ 368 mil do Estado, para reforma dos banheiros, construção de sala de convívio para professores, ampliação da cozinha e refeitório, troca do sistema de iluminação e pintura. Lá, estão matriculados aproximadamente 420 estudantes.

Jornal Midiamax