Cotidiano

Após denúncias na internet, estudantes marcam protesto contra assédio nas escolas de Campo Grande

Uma manifestação contra o assédio nas escolas de Campo Grande está marcada para a próxima quarta-feira (12). O protesto é realizado após alunas de uma escola particular se mobilizarem para publicar relatos de assédio em uma página da internet. A partir da divulgação do que ocorria no colégio, estudantes de diversas escolas privadas e públicas […]

Wendy Tonhati Publicado em 11/09/2018, às 08h48 - Atualizado às 08h58

None

Uma manifestação contra o assédio nas escolas de Campo Grande está marcada para a próxima quarta-feira (12). O protesto é realizado após alunas de uma escola particular se mobilizarem para publicar relatos de assédio em uma página da internet. A partir da divulgação do que ocorria no colégio, estudantes de diversas escolas privadas e públicas tiveram coragem para expor situações de assédio e de machismo nas salas de aulas da Capital.

A movimento está sendo divulgado em um evento no Facebook. Na publicação é informado o que é permitido: cartazes, poemas, músicas, dança e “mostrar sua voz”. Também é destacado o que é proibido: falta de respeito, bebidas alcoólicas e brigas e de qualquer tipo de violência.

Após diversos casos de assédio denunciados por alunas, resolvemos expandir o movimento para todas as escolas e aqueles que quiserem participar.

Se você é contra qualquer tipo de assédio e a favor de escolas saudáveis e seguras para a juventude, venha se reunir com a gente. O movimento visa mostrar que não existe mais espaço para abusos, seja na escola ou na rua”, diz o convite.

A mobilização está marcada para ocorrer às 13h30, na Praça dos Imigrantes, localizada na Rua 26 de Agosto, nas proximidades do Colégio Elite Mace. As alunas da escola foram as primeiras a ser unir para a publicação dos relatos de assédios de professores e funcionários. O colégio informou na data que apurava as denúncias.

Jornal Midiamax