Cotidiano

Santa Casa demite médico e sindicato suspeita de retaliação

Ortopedista ocupou cargo de diretoria

Midiamax Publicado em 04/10/2017, às 14h38

None

Ortopedista ocupou cargo de diretoria

O Sinmed (Sindicato dos Médicos de Mato Grosso do Sul) publicou nota de repúdio sobre a demissão de um médico ortopedista que ocupou cargo de diretor clínico da Santa Casa de Campo Grande. O sindicato suspeita que a demissão seja em retaliação às denúncias supostamente registradas pelo profissional.

De acordo com a nota emitida pelo Sinmed, o ortopedista trabalhou no hospital por 11 anos e foi demitido na última segunda-feira (2) e recebeu o comunicado durante o expediente. 

“O profissional em questão recebeu o comunicado de sua demissão sumária, das mãos de um funcionário do Departamento Pessoal, sendo interrompido no meio de sua jornada de trabalho, na qual sequer pode concluí-la, revelando o total descaso dos gestores da Santa Casa”, afirma. Santa Casa demite médico e sindicato suspeita de retaliação

Assessoria de comunicação do Sindicato garante que há várias denúncias registradas por médicos em relação ao hospital, no entanto, não forneceu detalhes a respeito do assunto e apenas reforçou as informações contidas em nota.  

“Esta atitude [a demissão] nos leva a crer que a dispensa em questão, como tantas outras ocorridas ao longo de 2017, foi em retaliação às críticas que o médico vinha fazendo às condições de trabalho e questionamentos sobre a atual e incoerente forma de gestão empregada pelo hospital nos últimos meses. É notória a perseguição aos profissionais médicos”, diz a nota.

O Sinmed ressalta que oferecerá apoio jurídico ao profissional. A equipe de reportagem do Jornal Midiamax tentou contato com o médico em questão, porém, foi informada de que ele não falará sobe o assunto.

A assessoria de comunicação da Santa Casa diz que em respeito ao profissional não vai se posicionar sobre a demissão.

Jornal Midiamax