Obra ficará pronta em 24 meses.

A parceria que vai entrar para a história do município de incumbirá o da execução das obras de ampliação do Aeroporto Municipal Francisco de Matos Pereira.

Esta é a informação divulgada nesta quarta-feira pela prefeita Délia Razuk, que recebeu no gabinete o general da 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada, Lourenço William da Silva Ribeiro Pinho, com a participação do secretário de Planejamento, José Elias Moreira.

Esta é a primeira vez que a maior cidade do interior do Estado será contemplada com o trabalho da entidade máxima da segurança nacional, fruto da busca por parcerias, executada pela administração. O Exército Brasileiro, através de Termo de Execução Descentralizada (TED), será responsável pela execução de toda a obra, estimada em investimentos de R$ 40 milhões, que vai permitir aumentar a extensão e largura da pista, aumento do pátio de aeronaves e reconstrução do terminal de passageiros e base do Corpo de Bombeiros.

O general da 4ª Brigada Lourenço Willian, disse que a execução da obra pelo Exército Brasileiro permitirá avanços incomparáveis para a região. “É uma oportunidade de mostrar o Exército ainda mais presente, de qualificar mão de obra, de deixar investimentos no município, enfim, grandes dividendos para o contexto local”, disse. O general ainda ressaltou a oportunidade de novas parcerias, não só para Dourados, mas para a região em diversos campos da evolução tecnológica, a própria engenharia e as comunicações. “Por ser a primeira vez desta atuação, rompe-se um ciclo e criam-se novos horizontes, com progresso, com integração”, disse o general.

O início das obras, segundo tratado na reunião, é para 2017 com previsão de término em 24 meses. Segundo o general Willian, é provável que o seja o Centro de Instrução de Engenharia de Construção (CIEC) e 2º Batalhão Ferroviário do Exército em Araguari (MG) os responsáveis pela execução, mas a mão de obra será local. “A exemplo de outros grandes empreendimentos em todo o Brasil, o Exército Brasileiro está orgulhoso de contribuir com Dourados”, finalizou o general.