Cotidiano

Sindicância proíbe servidor municipal de manter contato com menores

O servidor deverá ser acompanhado pelo setor psicossocial

Evelin Cáceres Publicado em 17/04/2015, às 15h17

None
pmcg.jpg

O servidor deverá ser acompanhado pelo setor psicossocial

O resultado de uma sindicância administrativa publicado nesta sexta-feira (17) no Diário Oficial de Campo Grande, chama a atenção pelo inusitado. Um servidor municipal foi relotado na Secretaria Municipal de Educação, mas não pode ficar perto de crianças.

Segundo a publicação, o servidor, que teve o nome preservado, pode ser lotado novamente na Prefeitura após a sindicância, em alguma unidade educacional da rede “onde não haja contato com menores”.

Outra indicação sugere o acompanhamento do servidor pelo setor psicossocial da Semed para avaliação e emissão de parecer técnico. Os autos deverão ser encaminhados à Corregedoria-Geral Administrativa da Procuradoria-Geral. 

Jornal Midiamax