Cotidiano

MPE vai investigar irregularidade ao não repasse de R$ 11 milhões à Santa Casa

O problema teria ocorrido entre dezembro de 2014 e fevereiro deste ano

Midiamax Publicado em 25/09/2015, às 14h41

None
santa_casa.jpg

O problema teria ocorrido entre dezembro de 2014 e fevereiro deste ano

O MPE (Ministério Público Estadual) abriu Inquérito Civil para apurar eventual irregularidade praticada, em tese, pela Prefeitura de Campo Grande, ao não repassar R$ 11 milhões, à Santa Casa de Misericórdia.

Conforme publicação do Diário Oficial do MPE, desta sexta-feira (25), as eventuais irregularidades são referentes ao período de dezembro de 2014 a fevereiro de 2015. O repasse seria utilizado para o pagamento dos enfermeiros do hospital.

De acordo com o Edital nº 061/2015, o promotor da 31ª Promotoria de Justiça do Patrimônio Público e Social, Henrique Franco Cândia, tornou pública a conversão de Procedimento Preparatório em Inquérito Civil.

No início deste mês, o MPE abriu inquérito civil para apurar eventual ato de improbidade  administrativa decorrente de supostas irregularidades no repasse de verbas do Estado de MS e do Município de  Campo Grande à Santa Casa para pagamento de dívidas fiscais da entidade privada.

A equipe de reportagem do Jornal Midiamax tentou falar com o presidente da ACBG (Associação Beneficente de Campo Grande) Wilson Levi Teslenco, no entanto, foi informada de que ele está em reunião e não poderia atender a ligação.

Um e-mail também foi enviado para a assessoria de comunicação da Prefeitura para saber o posicionamento do Executivo Municipal, sobre o caso, mas até o fechamento deste texto, não houve resposta.  

Jornal Midiamax