Cotidiano

Grevistas encerram manifestações e prometem novos protestos na sexta

Praça do Rádio Clube deve sediar protesto

Midiamax Publicado em 14/05/2015, às 14h06

None
img-20150514-wa0069_pequena.jpg

Praça do Rádio Clube deve sediar protesto

Funcionários dos Ceinfs (Centros de Educação Infantil) e Cras (Centros de Referências de Assistência Social), contratados pela Omep (Organização Mundial para Educação Pré-Escolar) e Seleta (Sociedade Caritativa e Humanitária) encerraram as manifestações que tiveram início na manhã desta quinta-feira (14). Os grevistas prometem novos protestos para esta sexta-feira (15).

Ao todo 500 trabalhadores se reuniram na Praça do Rádio Clube e seguiram para frente da Prefeitura. O protestou durou em torno de uma hora. Os trabalhadores chamaram por várias o prefeito Gilmar Olarte (PP), que cumpre agenda fora de Campo Grande.

De acordo com o Senalba-MS (Sindicato dos Empregados em Entidades Culturais, Recreativas, de Assistência Social, de Orientação e Formação Profissional no Estado de Mato Grosso do Sul), 90% dos 1.100 funcionários lotados em 99 Ceinfs e 19 Cras aderiram à paralisação que segue por tempo indeterminado.

Os grevistas reivindicam redução da jornada de trabalho de sete para seis horas, o que já teria sido aceito pelo prefeito, além de reajuste salarial de 9%. O Município destaca que as negociações sobre o reajuste compete às entidades. O valor repassado à Omep e à Seleta é de R$ 5,8 milhões.

Por outro lado, presidente do sindicato, Maria Joana Barreto Pereira, garante que as negociações devem ocorrer entre a Prefeitura e às entidades nas quais os funcionários trabalham e chegou a mencionar que a os trabalhadores teriam sido coagidos para que pudessem retornar ao trabalho.

A vice-presidente do Senalba-MS Elenir de Azevedo, informa que o sindicato foi orientado pela Prefeitura à criar uma comissão e discutir às reivindicações com o novo chefe da Semed (Secretaria Municipal de Educação), Wilson do Prado, o que não foi acatado.

As manifestações foram encerradas e os grevistas devem fazer novos protestos nesta sexta-feira, a partir das 8 horas, na Praça do Rádio Clube. Nesta manhã, durante o protesto, os grevistas fizeram rodas e cantaram cantigas de ninar. O sindicato destaca que os funcionários permanecerão em greve até que haja uma solução em relação ao reajuste. 

Jornal Midiamax