Cotidiano

Dívida deixada por Puccinelli será investigada pelo MPE

Pedido de inquirição foi feito pelo deputado Zeca do PT

Guilherme Cavalcante Publicado em 13/10/2015, às 22h36

None
mpms.jpg

Pedido de inquirição foi feito pelo deputado Zeca do PT

A 31ª Promotoria de Justiça do Patrimônio Público e Social da comarca de Campo Grande abriu inquérito civil para apurar eventual ato de improbidade administrativa praticada, em tese, pelo ex-governador André Puccinelli (PMDB) enquanto ocupava o cargo. O inquérito, cujo requerente é o deputado federal José Orcírio Miranda dos Santos (PT), o Zeca do PT, é movido com base em suposta dívida do Estado deixada pela administração de Puccinelli.

Em conversa com nossa equipe de reportagem, Zeca do PT destacou que o pedido de investigação foi feito a partir de declarações do atual governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB), que afirmou ter herdado dívida de R$ 253 milhões. O inquérito também deverá investigar o pagamento de empréstimos consignados descontados mas não repassados aos bancos.“Se for confirmado, é crime de responsabilidade fiscal. A questão de não repassar os recursos e descontar dos servidores também é um gravíssimo ato de infração administrativa, que tem que ser apurado”, explicou o deputado.

A investigação ficará a cargo do promotor de Justiça Henrique Franco Cândia.

Jornal Midiamax