Cotidiano

Até que enfim: Prefeitura firma contrato com Santa Casa de R$ 20 milhões/mês

Prefeitura pagará R$ 3,25 milhões por mês

Midiamax Publicado em 26/11/2015, às 20h44

None
img-20151022-wa0034.jpg

Prefeitura pagará R$ 3,25 milhões por mês

A Prefeitura assinou nesta quinta-feira (26) contrato com a Santa Casa de R$ 20.735.874,93 por mês, totalizando R$ 248.830.499,24 por ano. A administração municipal arcará com R$ 3,25 milhões por mês, totalizando por ano, somando aportes, R$ 47, 604 milhões. Hoje já foram enviados R$ 2,9 milhões e no dia 20 de dezembro será enviado o restante de dezembro.

O último contrato entre as partes era de cerca de R$ 19 milhões por mês. A Santa Casa queria R$ 21 milhões. “Foi uma longa caminhada, mais de um ano na batalha. Enfim, fizemos o acordo possível. Não é o que a gente queria, nem o que a Prefeitura queria, mas vamos ajustar ao possível”, declarou Wilson Teslenco, presidente do hospital.

O prefeito Alcides Bernal (PP) garantiu que não atrasará os pagamentos à Santa Casa e cutucou o Estado, dizendo que estão atrasando os pagamentos, e a União. “Os valores pagos pelo SUS não correspondem à realidade e precisam ser revistos, mas é uma questão de ordem feral”.

Bernal também prometeu quitar a dívida deixada pelo ex-prefeito Gilmar Olarte, que ficou acordada em R$ 11,9 milhões. O valor será pago em quatro parcelas, nos valores de R$ 1,5 milhões em 30 de novembro e 20 de dezembro, e R$ 4,450 milhões em 20 de janeiro e 20 de fevereiro.

O contrato em números

Segundo o secretário de saúde Ivandro Fonseca, a Prefeitura contratará quase 600 mil procedimentos, sendo 573.733 procedimentos ambulatoriais (282.382 atendimentos clínicos, 270.830 exames e diagnósticos, 14.976 cirurgias e 1.921 ações de promoção e prevenção) e 25.836 procedimentos cirúrgicos (8.652 internações clínicas e 16.945 cirurgias hospitalares).

A intenção é “dar melhor resolutividade na central de regulação do município”. Ivandro estima que 400 mil pessoas devem ser beneficiadas com o convênio com a Santa Casa.

A assinatura aconteceu no Plenarinho, no Paço Municipal. Além do prefeito, do secretário de saúde e de Teslenco, estiveram presentes na mesa a promotora do Ministério Público Estadual Filomena Depólito Fluminhan, a vereadora Luiza Ribeiro (PPS) e o vereador Eduardo Romero (Rede), o secretário de governo Paulo Pedra, o presidente do Sindicato dos Médicos Valdir Siroma, o vice-presidente da Santa Casa Esacheu Nascimento que assumirá em janeiro, e Maria Auxiliadora, representante dos usuários da Santa Casa.

Jornal Midiamax