Cotidiano

Conferência Estadual de Educação de MS acontece hoje em Campo Grande

Em continuidade às conferências já realizadas nos municípios do interior, o Fórum Estadual de Educação de Mato Grosso do Sul (FEEMS) realiza a Conferência Estadual de Educação de Mato Grosso do Sul nos dias 6, 7 e 8 de setembro, na Universidade Federal (UFMS), em Campo Grande e, em fevereiro de 2014, Brasília recebe a […]

Arquivo Publicado em 06/09/2013, às 10h01 - Atualizado em 19/07/2020, às 19h29

None

Em continuidade às conferências já realizadas nos municípios do interior, o Fórum Estadual de Educação de Mato Grosso do Sul (FEEMS) realiza a Conferência Estadual de Educação de Mato Grosso do Sul nos dias 6, 7 e 8 de setembro, na Universidade Federal (UFMS), em Campo Grande e, em fevereiro de 2014, Brasília recebe a Conferência Nacional de Educação (Conae 2014).

A etapa estadual contará com a participação de instituições educacionais e de setores da sociedade em debates sobre as propostas apresentadas nos sete eixos temáticos do Documento Referência da Conae 2014, elaborado pelo FNE/MEC, que resultarão em emendas ao documento que, depois de discutidas nas três instâncias, implementarão o novo Plano Nacional de Educação (PNE).

A Conferência é um grande movimento que se iniciou nos municípios, passa agora pela etapa estadual e culminará na Conae, envolvendo a sociedade brasileira. Em Mato Grosso do Sul serão mais de 6.500 participantes entre segmentos educacionais e setores sociais – todos imbuídos da responsabilidade e compromisso de contribuir para uma educação nacional de qualidade.

A Conferência Nacional de Educação (Conae) é um espaço democrático aberto pelo Poder Público para que toda a sociedade brasileira possa participar das definições sobre a educação nacional, apresentando proposições para os diferentes níveis e modalidades educacionais.

Os sete eixos propostos pelo Documento Referência, do FNE/MEC são: I – O Plano Nacional de Educação e o Sistema Nacional de Educação: Organização e Regulação; II – Educação e Diversidade: Justiça Social, Inclusão e Direitos Humanos; III – Educação, Trabalho e Desenvolvimento Sustentável: Cultura, Ciência, Tecnologia, Saúde, Meio Ambiente; IV – Qualidade da Educação: Democratização do Acesso, Permanência, Avaliação, Condições de Participação e Aprendizagem; V – Gestão Democrática, Participação Popular e Controle Social; VI – Valorização dos Profissionais da Educação: Formação, Remuneração, Carreira e Condições de Trabalho; VII – Financiamento da Educação, Gestão, Transparência e Controle Social dos Recursos.

Jornal Midiamax