Cotidiano

Chuva em MS: estradas ruins deixam mais de 2 mil alunos sem aulas em Terenos

No município de Terenos, distante 23 km de Campo Grande, 2.100 estudantes na zona rural estão sem aulas por causa do excesso de chuvas. Segundo o prefeito Humberto Pereira, o maior problema são as péssimas condições das estradas vicinais. “Nós cancelamos as aulas até segunda-feira devido às dificuldades para o trânsito dos veículos que fazem […]

Arquivo Publicado em 10/03/2011, às 14h55

None

No município de Terenos, distante 23 km de Campo Grande, 2.100 estudantes na zona rural estão sem aulas por causa do excesso de chuvas. Segundo o prefeito Humberto Pereira, o maior problema são as péssimas condições das estradas vicinais. “Nós cancelamos as aulas até segunda-feira devido às dificuldades para o trânsito dos veículos que fazem o transporte de alunos”, explicou.


Segundo a Diretora do Departamento de Educação, Carla Diniz, a previsão de retorno às aulas é a próxima segunda-feira (14).


Cachoeirão isolado


Maior produtor de ovos de Mato Grosso do Sul e um dos principais fornecedores de carne bovina para Campo Grande, Terenos também teve problemas com o escoamento da produção.


O chefe do departamento de transporte, Edson Souza disse que a pior situação é da estrada que dá acesso a um dos principais locais turísticos de Terenos, a região do Cachoeirão, onde há  vários balneários e pousadas. O trânsito no local está impossibilitado com a situação da via.


Outro ponto crítico é a estrada vicinal que dá acesso às colônias Nova e Velha. “Antes da ponte do rio Piraputanga está minando água no meio da estrada”, espanta-se Edson. Também há problemas no caminho até os assentamentos Santa Mônica, Nova Querência e Patagônia.

Jornal Midiamax