O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) decretou, neste sábado (6), três dias de luto oficial no Brasil, após a morte do ex-técnico de futebol Mario Jorge Lobo Zagallo, morto aos 92 anos. A causa ainda não foi divulgada.

“Em memória do eterno Mário Jorge Lobo Zagallo, está decretado luto oficial de 3 dias no país”, decidiu o presidente. Mais cedo, Lula tinha ido às redes sociais para homenagear a carreira de Zagallo. “Um grande vencedor e símbolo de amor pela Brasileira e pelo Brasil”, publicou no X (antigo Twitter).

“Corajoso, dedicado, apaixonado e supersticioso, Zagallo era exemplo de brasileiro que não desistia nunca. É essa lição e espírito de carinho, amor, dedicação e superação que ele deixa para todo o nosso país e para o futebol mundial”, disse Lula.

Zagallo

Mario Jorge Lobo Zagallo, ex-técnico de futebol, morreu na sexta-feira (5), aos 92 anos. Conhecido também como o “Velho Lobo”, ele era uma das figuras mais importantes do futebol brasileiro e segue como o único tetracampeão mundial na história do futebol, com títulos de Copas em 1958 e 1962, como jogador, e em 1970 e 1994, como treinador.

A família de Zagallo confirmou a notícia do falecimento nas redes sociais, com um texto de homenagem à vida dele. “Um pai devotado, avô amoroso, sogro carinhoso, amigo fiel, profissional vitorioso e um grande ser humano. Ídolo gigante. Um patriota que nos deixa um legado de grandes conquistas”, diz a nota de pesar.

Os parentes agradeceram “a Deus pelo tempo que pudemos conviver com você e pedimos ao Pai que encontremos conforto nas boas lembranças e no grande exemplo que você nos deixa”.